22 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

100 mil mortos no Brasil: está tudo normal na pandemia do Covid

Ficam o mau exemplo e o descaso que fake news nenhuma apagará

Brasil: 100 mil mortes pelo coronavírus e o descaso das autoridades (Foto:Mauro Pimentel / AFP)

É como se nada estivesse acontecendo por aqui.

É como se as famílias que perderam seus entes não merecessem nenhum respeito das autoridades que têm a obrigação de cuidar das pessoas.

É como se 100 mil vidas humanas perdidas não valessem absolutamente nada para  pais, mães, filhos, filhas, maridos, mulheres, avós, avós, irmãos e irmãs, que ficaram chorando os seus.

Nesse contexto há muita gente sem noção a dizer que está tudo normal por aqui: “vida que segue, temos a economia para salvar”.

O silêncio no Palácio do Planalto remete a isso.

Desde o início da pandemia o Brasil tem sido motivo de chacota no mundo, exatamente por que seu governo tem feito desdém da ciência e ignorado os riscos reais enfrentados pela população, diante de um vírus mortal.

Não por outra razão que o País é o segundo lugar em números de casos e de mortes pela doença, antes chamada de “gripezinha”. O primeiro lugar está nos EUA.

Disso tudo, além do descaso retumbante, ficará a certeza nos registros da história que fake news nenhuma apagará.

O mau exemplo não permitirá.

 

 

 

2 Comments

  • Avatar Edvilson Néri

    “O silêncio do Palacio do Planalto remete a isso”
    Em verdade está trocando o principal pela acessório.
    Vamos ao principal: o governo federal não hesitou um só momoento em injetar os recursos necessários para o combate a pandemia; colocou as forças armadas para trabalharem e darem o apoio necessário á população.determinou em primeiríssima mão q o Ministerio da saude implementasse o protocolo para fornecimento do medicamento apropriado para salvar milhares de vidas, que não foi aceito mas que hoje o mundo inteiro adotor; injetou recursos para que a economia não entrasse em colapso. E só nao fez mais porque a sua competencia institucional foi tolhida e passada para outras autoridades. Essas mesmas autoridades que hoje admitem o protocolo que o Planalto desde o inicio, tentou implementar.
    Nessa luta para salvar vidas, trocou até ministro.
    Não hâ um dia, sequer, que não se esteja sendo implementadas medidas de proteção à população. Disponibilizou os recursos necessário para aquisição das vacinas que estão prestes a serem lançadas no país. É isso mesmo ou estou equivocado?

  • Avatar Ana mary rodrigues de farias

    Um pais que não tem um chefe da nação, não tem um ministro da saúde e um país que serve de piada para o restante do mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.