29 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade

Dia: 19 de maio de 2021

Chega a vez de Pazuello na CPI, que na Saúde “obedecia” mandos e desmandos de Bolsonaro

Chega a vez de Pazuello na CPI, que na Saúde “obedecia” mandos e desmandos de Bolsonaro

Brasil
https://www.youtube.com/watch?v=6u0dXTMDNmQ Nesta quarta-feira (19), a CPI da Pandemia no Senado finalmente recebe para depoimento o ministro da Saúde mais longevo de Bolsonaro nesta pandemia: o general Eduardo Pazuello. Pazuello estava marcado para depor logo no segundo dia, após os ex-ministros Mandetta e Teich, mas apelou para o atestado e disse que estava com suspeita de covid-19 - dias depois após ser flagrado sem máscara em shopping de Manaus. Leia mais: Ministério da Saúde fez contratos de R$ 29 milhões sem licitação no Rio de Janeiro Pior para ele, que ao tardar sua participação, municiado com um habeas corpus garantido no STF, viu outros depoentes praticamente arruinarem qualquer estratégia que ele tivesse para se defender. Até mesmo governistas, como Wajngarten, se
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março

Brasil
Trabalhadores informais nascidos em março recebem hoje (19) a segunda parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família. O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta-corrente. Também hoje, beneficiários do Bolsa Família com o Número de Inscrição Social (NIS) de dígito final 2 poderão sacar o dinheiro. Na última quinta-feira (13), a Caixa anunciou a antecipação do pagamento da segunda parcela. O calendári
Câmara aprova projeto que proíbe despejo de imóveis na pandemia

Câmara aprova projeto que proíbe despejo de imóveis na pandemia

Brasil
A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (18), por 263 votos a 181, o projeto que proíbe o despejo ou desocupação de imóveis até o fim de 2021, suspendendo os atos praticados desde 20 de março de 2020, exceto aqueles já concluídos. A proposta (PL 827/20) será enviada ao Senado. De acordo com o substitutivo aprovado, do deputado Camilo Capiberibe (PSB-AP), serão suspensos os efeitos de qualquer ato ou decisão de despejo, desocupação ou remoção forçada coletiva de imóvel privado ou público, urbano ou rural, seja os de moradia ou para produção. No caso de ocupações, a regra vale para aquelas ocorridas antes de 31 de março de 2021 e não alcança as ações de desocupação já concluídas na data da publicação da futura lei. A proposta é de autoria dos deputados André Janones (Av
Mais um prédio do Pinheiro com risco de desabamento passa por demolição

Mais um prédio do Pinheiro com risco de desabamento passa por demolição

Maceió
Um edifício de três andares com risco de desabamento no bairro do Pinheiro será demolido nesta quarta-feira (19), a partir das 8h. A demolição do edifício Hermon será realizada por empresa especializada contratada pela Braskem, através de Termo de Cooperação com o Município, e atende solicitação da Defesa Civil de Maceió, uma vez que há risco para a população que transita pelo entorno. A edificação, com oito apartamentos, está localizada na Travessa Francisco Freire Ribeiro, no bairro do Pinheiro, área afetada pelo afundamento de solo provocado pela atividade de mineração – segundo relatório do Serviço Geológico do Brasil (CPRM). De acordo com o relatório de inspeção predial, “a edificação apresenta risco iminente de desmoronamento, a julgar pelas características das lesões i
PF cumpre mandados de busca e apreensão em endereços de Salles, acusado de corrupção

PF cumpre mandados de busca e apreensão em endereços de Salles, acusado de corrupção

Brasil
Endereços do ministro Ricardo Salles e no Ministério do Meio Ambiente são alvos, na manhã desta quarta (19), da Polícia Federal, que cumpre mandados de busca e apreensão. São 35 mandados no Distrito Federal, São Paulo e Pará determinados pelo Supremo Tribunal Federal. ​ A ação tem como objetivo, segundo a PF, apurar crimes corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e facilitação de contrabando que teriam sido praticados por agentes públicos e empresários do ramo madeireiro. O ministro Alexandre de Moraes, do STF, ainda autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do ministro. O Supremo também suspendeu suspende um despacho do Ibama, de 2020, que, diz a PF, permitia a exportação de produtos florestais sem a necessidade de emissão de autorizações.​ O despacho teria si
Carlos Bolsonaro passa por cima da Abin e GSI para fazer compra de aparelho espião

Carlos Bolsonaro passa por cima da Abin e GSI para fazer compra de aparelho espião

Brasil
O vereador carioca Carlos Bolsonaro , filho 02 do presidente da República, Jair Bolsonaro, passou por cima do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) e a Abin (Agência Brasileira de Informações) e os excluiu da licitação para a aquisição de uma ferramenta de espionagem. Em declarada disputa entre o alto comando militar e Carluxo, os órgãos oficiais de investigação que seriam beneficiados diretamente pela ferramenta foram atropelados nesta compra. Carlos tenta diminuir o poder dos militares na área de inteligência. Para tanto, articulou junto ao novo ministro da Justiça, Anderson Torres, para excluir o GSI da licitação. O órgão, que é responsável pela Abin, é chefiado pelo general Augusto Heleno e tem muitos militares em seu quadro. Segundo fontes ouvidas pelo UOL, o objetivo
Câmara aprova aumento de pena para crimes de feminicídio no País

Câmara aprova aumento de pena para crimes de feminicídio no País

Brasil
A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, 18, o projeto que aumenta de 12 para 15 anos de reclusão a pena para crimes de feminicídio e torna mais rígida a progressão do regime para os condenados. Deste modo, de acordo como texto aprovado pelos parlamentares, o assassinato de mulheres deixa de ser visto como um agravante de pena e  se converte em um crime autônomo dentro do Código Penal. O projeto ( b) é de autoria da deputada Rose Modesto (PSDB-MS) e teve aprovado o substitutivo da deputada Policial Katia Sastre (PL-SP). Uma vez que houve consenso entre as bancadas, a votação foi simbólica. O texto agora segue para o Senado Federal. Durante a sessão, as parlamentares reforçaram que, mesmo considerado um crime hediondo, as penas não intimidam os agressores. "É imprescin
Ministério da Saúde fez contratos de R$ 29 milhões sem licitação no Rio de Janeiro

Ministério da Saúde fez contratos de R$ 29 milhões sem licitação no Rio de Janeiro

Brasil
Em novembro de 2020, em meio à pandemia, o Ministério da Saúde contratou sem licitação duas empresas para fazer reformas em seus imóveis no Estado do Rio de Janeiro. As obras foram consideradas urgentes – por isso a licitação foi dispensada – e orçadas em R$ 29 milhões. Os contratos foram firmados pelo superintendente do Ministério da Saúde no Estado do Rio, coronel George Divério, nomeado pelo então ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello. Depois de assinados, os contratos foram anulados pela Advocacia-Geral da União (AGU), que considerou que não havia razão para a dispensa de licitação. A história foi exibida nesta terça-feira, 18, pelo Jornal Nacional, da TV Globo. Segundo a reportagem, em novembro de 2020 Divério autorizou a contratação da empresa LLED Soluções para refor