24 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade

Dia: 12 de junho de 2021

Maceioenses com 52 anos podem se vacinar e unidade móvel está hoje no bairro da Santa Lúcia

Maceioenses com 52 anos podem se vacinar e unidade móvel está hoje no bairro da Santa Lúcia

Maceió
O ônibus da vacina vem para ampliar a imunização contra a covid-19 entre os maceioenses e, neste sábado (12), ele estaciona no Espaço Infantil Parque Sustentável, no bairro de Santa Lúcia, parte alta de Maceió, onde atende das 9h às 16h. A praça fica na Avenida Francisco Afonso de Melo e é a quarta parada do veículo, que, nesta sexta-feira (11), atua em frente ao Mercado do Artesanato, no bairro da Levada, também até às 16h. A ação é uma parceria da Cruz Vermelha com a Prefeitura de Maceió, e o apoio financeiro da Mercedez-Benz e do governo Alemão, para levar a imunização para mais próximo de quem precisa. Moradores da periferia serão os mais beneficiados. Para o coordenador do Gabinete de Gestão Integrada para o Enfrentamento à Covid-19, Claydson Moura, a intenção da Pref
Presidente diz que quem grita ‘Fora Bolsonaro’ em avião deveria estar viajando de jegue

Presidente diz que quem grita ‘Fora Bolsonaro’ em avião deveria estar viajando de jegue

Brasil
Após entrar de surpresa e  ser recebido aos gritos de "Fora Bolsonaro" e "genocida", em avião comercial, o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta sexta-feira, 11, que aqueles que são contra o governo, "deveriam estar viajando de jegue". "Quem fala "Fora Bolsonaro" deveria estar de jegue viajando. [Quem fala] "Fora Bolsonaro" devia estar viajando de jegue, não de avião. Para ser solidário com o candidato deles", disse. Sem máscara - Bolsonaro entrou no avião sem máscara e o senador Humberto Costa (PT-PE), titular da CPI que apura as omissões do governo Bolsonaro no combate à pandemia, informou nesta sexta-feira (11) que vai pedir à comissão que a companhia aérea Azul seja notificada por conta da “aparição” de Jair Bolsonaro em um de seus voos, pouco antes da decola
Chamado de genocida, Bolsonaro faz motociata em SP às véspera de 500 mil mortes na pandemia

Chamado de genocida, Bolsonaro faz motociata em SP às véspera de 500 mil mortes na pandemia

Brasil
O presidente Jair Bolsonaro segue em seu país de fantasia. Vendendo a ilusão de que a retomada da economia já aconteceu e que a pandemia está no fim (ou que nem mesmo havia sido importante), ele promove nesta manhã de sábado uma motociata em São Paulo. Um evento, de forma macabra, com extrema proximidade da lamentável marca de 500 mil mortes por Covid-19 no país - um número contestado pelo presidente, com dados inventados por um bolsonarista no TCU, e que parece não importar quão alto ele seja. E isso porque ele previa menos de 9 mil mortes. Leia mais: Bolsonarismo, uma seita que mata brasileiros todos os dias A tal motociata, que como não poderia deixar de ser, passou a se chamar "Acelera Para Cristo", deve afetar o trânsito de ruas e avenidas da cidade de São Paulo no final
Em boa fase, CRB recebe o Confiança hoje pela Série B

Em boa fase, CRB recebe o Confiança hoje pela Série B

Esportes
Embalado com uma boa fase recente, o CRB quer joga para vencer contra o Confiança neste sábado, às 16h30, no Rei Pelé, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O Galo chega animado pelas vitórias diante de Cruzeiro e Palmeiras. O CRB bateu o Cruzeiro em pleno Mineirão por 4 a 3 pela Série B e ainda despachou, nos pênaltis, o Palmeiras no Allianz Parque pela Copa do Brasil. O CRB soma quatro pontos, um a mais do que o Confiança, derrotado pelo Goiás por 2 a 0. O Dragão jamais venceu o CRB em Maceió. Em 18 jogos entre os rivais, os alagoanos somam dez vitórias, contra quatro triunfos dos sergipanos. Houve ainda quatro empates. Em campo O técnico Allan Aal terá reforços para manter a boa fase do CRB. O atacante Alisson Farias não pôde atuar contra o Palmeiras
Shopping centers acusam perda de R$ 90 bilhões na pandemia e querem ‘ressarcimento’

Shopping centers acusam perda de R$ 90 bilhões na pandemia e querem ‘ressarcimento’

Economia
Com perdas chegando a R$ 90 bilhões nessa pandemia da Covid-19, os  shoppings brasileiros agora querem ressarcimento do governo federal, via  isenções de impostos. Segundo a  Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) o segmento também perdeu 6 mil lojas e ainda 100 mil empregos. Glauco Humai, presidente da Abrasce, declarou que nenhum dos 601 shoppings brasileiros está funcionando de forma plena por conta das medidas restritivas impostas pela covid-19. Cerca de 20 estão fechados e 581 estão funcionando com “severas restrições”, segundo o executivo. Ele disse que, por isso, o setor ainda está “muito comprometido”, apesar da retomada do comércio. Ele destacou que as perdas representam 32% do  faturamento em 2020, o que, na opinião dele, consiste em um retrocesso de
Brasil poderia ter evitado 375 mil mortes por Covid-19, diz microbiologista na CPI

Brasil poderia ter evitado 375 mil mortes por Covid-19, diz microbiologista na CPI

Brasil
A microbiologista Natalia Pasternak, disse durante depoimento à CPI da Covid no Senado nesta sexta-feira, 11, que o Brasil poderia ter evitado 375 mil mortes por Covid-19 se tivesse adotado medidas e ações no controle da pandemia, como a compra de vacinas com agilidade. A senadora Kátia Abreu (PP-TO) questionou Pasternak e médico sanitarista Cláudio Maierovitch sobre as mortes evitáveis no Brasil, caso o país tivesse feito "o dever de casa". A microbiologista citou um estudo coordenado pelo epidemiologista Pedro Hallal, o qual mostra que três a cada quatro óbitos poderiam ter sido evitados se houvesse políticas como testagem em massa, rastreamento e isolamento social; investimento em vacinação ao invés de "tratamento precoce"; além de uma campanha única de conscientização das med