4 de dezembro de 2021Informação, independência e credibilidade

Dia: 30 de outubro de 2021

Bolsonaro diz a presidente da Turquia que Petrobras é um problema

Bolsonaro diz a presidente da Turquia que Petrobras é um problema

Brasil
Após chegar para o início da cúpula do G20, neste sábado (30), o presidente Jair Bolsonaro disse em conversa informal com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que a Petrobras é “um problema”. Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, se aproximaram de Erdogan, e o trio começou a conversar. Erdogan perguntou a Bolsonaro situação do Brasil, e o presidente brasileiro, com a ajuda de um tradutor, respondeu: “Tudo bem. A economia voltando bem forte. A mídia como sempre atacando, estamos resistindo bem. Não é fácil ser chefe de Estado em qualquer lugar do mundo.” Pouco depois, o presidente da Turquia citou a Petrobras e disse que o Brasil tem “grandes recursos petrolíferos”. Bolsonaro, então, respondeu que a “Petrobras é um problema”. “Mas estamos quebrando monopól
Câmara de Maceió estreia programa na TV a partir de segunda-feira

Câmara de Maceió estreia programa na TV a partir de segunda-feira

Maceió
A Câmara Municipal de Maceió vi estrear nesta segunda-feira, dia primeiro de novembro, às 7 horas, o programa "Câmara Debate", na TV Assembleia pelo canal 7 da Net. O programa,  produzido pela Diretoria de Comunicação da CMM,  será apresentado pelo jornalista Marcos Rodrigues e terá como primeiro entrevistado o presidente do Legislativo, vereador Galba Neto (MDB). Segundo as informações, inicialmente este será um programa semanário que promoverá o desfile de entrevistas com todos os vereadores de Maceió. A apartir do próximo ano a ideia é ampliar as participações de estúdio com poderá  com um ou mais participantes do parlamento a partir da necessidade de discussão, bem como convidados, sem descartar possíveis gravações externas para mostrar a atuação dos parlamentares em suas
PEC dos precatórios não paga professores em 2022 e reduz 40% em 2023

PEC dos precatórios não paga professores em 2022 e reduz 40% em 2023

Blog, Marcelo Firmino
A pedalada fiscal que o governo Bolsonaro pretende com a PEC dos precatórios, além do calote nos credores, é também um golpe nos direitos dos professores. A proposta enviada à Câmara dos Deputados mudando as regras para o pagamento dos precatórios, negando o débito  de R$ 89,1 bilhões e assumindo menos da metade, mas com foco no pagamento do “novo bolsa família”, colocará no fim da fila a causa dos professores da rede estadual e municipal em vários Estados do País. Ou seja, o sonho do dinheiro dos precatórios no fim do ano de 2022 passará a ser apenas mais um sonho, caso o Congresso aprove a PEC idealizada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. A ideia do governo e seus aliados é pagar apenas R$ 41 bilhões em 2022, sendo que esse montante seria, em maior parte, destinado ao
Bolsa Família chega ao fim com governo Bolsonaro sem condições de bancar Auxílio Brasil a R$ 400

Bolsa Família chega ao fim com governo Bolsonaro sem condições de bancar Auxílio Brasil a R$ 400

Brasil
Sem garantia de aprovação da PEC dos Precatórios, que libera espaço para que o Auxílio Brasil pague ao menos R$ 400 até dezembro de 2022, o presidente Jair Bolsonaro tem sido aconselhado a fazer uma consulta formal ao Tribunal de Contas da União (TCU) sobre a possibilidade de prorrogar o auxílio emergencial. Até lá, o novo secretário especial do Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago, confirmou nesta sexta (29) que sem a aprovação da PEC dos Precatórios, não será possível pagar um benefício de R$ 400 neste ano. Assim, o valor do Bolsa Família, que será substituído pelo Auxílio Brasil, será de R$ 220. Atualmente, o benefício médio pago pelo programa é de R$ 190. A ideia do governo é de que o novo benefício possa ir a R$ 400 já nos meses de novembro e dezembro, e seja pago até o fim
Com gasolina a quase R$ 8, Estados congelam ICMS por 90 dias de forma paliativa

Com gasolina a quase R$ 8, Estados congelam ICMS por 90 dias de forma paliativa

Economia
Fazendas estaduais colaboram com a renúncia de suas próprias receitas para auxiliar a superação da crise enfrentada no país. Fot: Karyne Gomes Formado por secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal, o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) aprovou, nesta sexta-feira (29), o congelamento do valor do ICMS cobrado sobre os combustíveis por 90 dias. Até 31 de janeiro de 2022, o valor do imposto não vai mudar no país. Leia mais: Isnaldo Bulhões critica PL que muda ICMS dos combustíveis: ‘cortina de fumaça’ Petrobras aumenta de novo preços do diesel e gasolina, que pode passar de R$ 7 o litro O Convênio ICMS nº 192 de 2021 manterá inalterado os valores do preço móvel ponderado fixo (PMPF) ou da margem de valor agregada dos combustíveis apresentadas no “Ato CO
Seduc confirma retorno das aulas 100% presenciais da rede estadual a partir do dia 08

Seduc confirma retorno das aulas 100% presenciais da rede estadual a partir do dia 08

Alagoas
Foto: Jonathan Lins As turmas do ensino Fundamental e Médio da rede estadual retomam as aulas em formato 100% presenciais a partir do dia 08 de novembro. A medida anunciada pelo secretário da Educação, Rafael Brito, e publicada em portaria nesta sexta-feira (29) no Diário Oficial do Estado (DOE), põe fim ao sistema híbrido de ensino, em que as turmas compareciam em 50% de sua capacidade e com escala de revezamento semanal. “Há algum tempo Alagoas vive uma estabilidade em relação aos números da Covid-19 nos seus níveis mais baixos e, como outros estados do país fizeram com sucesso, era o momento, sob determinação do governador Renan Filho, de voltarmos nosso olhar para a Educação, a retomada da aprendizagem e recomposição do conteúdo perdido nesse período”, avalia o secretário Rafa
Cebraspe divulga nota sobre cancelamento do concurso da PM, PC e CBM de Alagoas

Cebraspe divulga nota sobre cancelamento do concurso da PM, PC e CBM de Alagoas

Alagoas
Com o cancelamento de todas as etapas realizadas dos concursos da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros, o Cebraspe, responsável pelo certame, divulgou uma nota sobre a decisão da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag). Em texto através de sua assessoria, a realizadora diz que "trabalha continuamente para aperfeiçoar seus processos de segurança em todas as fases dos certames." E fez a ressalva de que a tentativa de fraude não tem qualquer relação com a empresa organizadora. Lei mais: Cancelados os concursos da PM, PC, e Bombeiros por causa da fraude A decisão pelo cancelamento aconteceu por causa das fraudes descobertas na Operação Loki, que resultou na prisão de 12 pessoas nos estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Sergipe no
PoderData: Lula lidera, diferença para Bolsonaro cai e 12% não votariam neles

PoderData: Lula lidera, diferença para Bolsonaro cai e 12% não votariam neles

Política
Em pesquisa divulgada pelo site "Poder360", o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança do 1º turno das eleições do ano que vem, com 35% dos votos, à frente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que tem 28%. O atual chefe do Executivo, no entanto, diminuiu a diferença em um eventual segundo turno contra o petista — hoje Lula venceria por 52% a 37%, diferença de 15 pontos percentuais. Na pesquisa publicada no mês passado, a diferença era de 23 pontos percentuais — 56% a 33% em favor do líder petista. O detalhe é que 12% dos eleitores não votariam de jeito nenhum no ex-presidente ou no atual. No último levantamento, publicado no início de outubro, a taxa era de 9%. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Segundo a publicaç