22 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade

Dia: 12 de dezembro de 2021

Seguranças de Bolsonaro agridem jornalistas durante visita à Bahia

Seguranças de Bolsonaro agridem jornalistas durante visita à Bahia

Brasil
O descontrole está tomando conta de Jair Bolsonaro e sua equipe, que agora não mais xingam jornalistas mas também agridem. Foi o caso deste domingo, 12,  no extremo sul da Bahia, quando seguranças do presidente agrediram uma equipe da TV Bahia, afiliada da TV Globo.  O presidente da república estava em visita as áreas atingidas pelas fortes chuvas caídas na região. Um dos seguranças do presidente agarrou a repórter Camila Marinho pelo pescoço, em uma espécie de "mata leão". E em seguidas fizeram ameaças aos repórteres,  tentando impedir que eles erguessem os microfones na direção do presidente. "Se bater de novo vou enfiar a mão na tua cara", gritou o segurança. Camila estava acompanhada do cinegrafista Cleriston Santana. A pochete de Camila Marinho também foi ar
Renan diz que Bolsonaro já está treinando para cadeia depois do poder

Renan diz que Bolsonaro já está treinando para cadeia depois do poder

Brasil, Política
O senador Renan Calheiros disse neste sábado, 11, por meio do Twitter que o presidente Jair Bolsonaro quer ser declarado como "inimoutável", por que sabe que fora do poder o que espera por ele é a cadeia. O senador se pronunciou após as declarações de Bolsonaro contra as vacinas da covid-19 no País. O presidente disse que as vacinas estão causando trombose e embolia nos vacinados. Calheiros, que foi o relator da CPI da Covid, disse ainda que os brasileiros já estão enjoando das "pirações repetitivas do presidente". Para ele, talvez esse comportamento de "neurose obsessiva" de Bolsonaro já seja um treinamento para o julgamnto, a condenação e cadeia. Veja o Twitter do senador Renan Calheiros @
Bolsonaro agora diz que vacinas causam trombose e embolia

Bolsonaro agora diz que vacinas causam trombose e embolia

Brasil
Sem qualquer evidência científica, o presidente Jair Bolsonaro insinuou neste sábado (11) que as vacinas contra a Covid-19 podem causar efeitos colaterais graves como trombose e embolia. O mandatário voltou a defender o uso de medicamentos comprovadamente ineficazes contra a doença. A declaração foi dada à imprensa no Rio de Janeiro. "Um caso que está sendo estudado agora. O deputado [federal] Hélio Lopes, meu irmão, está baixado no hospital, com embolia. Parece ser efeito colateral da vacina. Vamos aguardar a conclusão", afirmou. Sem  mostrar evidências, Bolsonaro também disse que a irmã de um médico conhecido teve trombose no pé após tomar um imunizante contra a Covid-19. "Tem acontecido efeito colateral. Vocês já leram a bula dessas vacinas? Na Pfiz
Organização criminosa extraiu toneladas de ouro de terra indígena no Pará

Organização criminosa extraiu toneladas de ouro de terra indígena no Pará

Brasil
Toneladas de ouro retiradas do subsolo da terra indígena Kaiapó, no sul do Pará, movimentaram, por anos, uma complexa organização criminosa que dominava toda a cadeia do negócio ilegal, desde a abertura e exploração dos garimpos, até os esquemas de lavagem do dinheiro e a venda do produto no Brasil e no exterior. A rede envolvia dezenas de empresas ligadas ao comércio de metais, cooperativas de ouro, dezenas de funcionários fantasmas e empresas sem qualquer relação com o setor, como uma barbearia da cidade de Limeira, no interior de São Paulo, que lavou mais de R$ 12 milhões do garimpo ilegal em apenas 11 meses. O Estadão teve acesso exclusivo ao relatório da Polícia Federal que embasou a Operação Terra Desolata. Deflagrada em 27 de outubro, a ação que contou com cerca de 200 polici
STF determina uso obrigatório do passaporte da vacina para viajantes

STF determina uso obrigatório do passaporte da vacina para viajantes

Brasil
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, determinou neste sábado (11) que os viajantes estrangeiros apresentem o comprovante de vacinação contra a Covid-19 ao chegarem no Brasil. A determinação vem após a Rede Sustentabilidade ter entrado com uma ação no STF pedindo que o governo federal cumpra a orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada há cerca de um mês. Só estão liberados de apresentar o documento quem justificar por escrito razões médicas para não poder se vacinar ou que venha de país em que comprovadamente não haja vacina disponível para a população. Também estão liberados aqueles que viajam por razão humanitária. Barroso não incluiu a questão da quarentena obrigatória, que também foi sugestão da Anvisa, porque considera