22 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade

Dia: 25 de dezembro de 2021

Alertas aos navegantes: ventos de mais de 60km neste sábado e domingo no litoral alagoano

Alertas aos navegantes: ventos de mais de 60km neste sábado e domingo no litoral alagoano

Alagoas
Fortes rajadas de vento devem pontuar durante todo este sábado, 25, no litoral sul de Alagoas e na própria capital, segundo alerta emitido pela  Capitania dos Portos. A instituição divulgou que os ventos fortes devem atingir a faixa litorânea entre os estados da Bahia, ao norte de Salvador, e Alagoas, ao sul de Maceió. Os dados revelados afirmam que os ventos devem atingir uma velocidade de até 33 nós, ou 60 km por hora, atém este domingo, 26. Por isso mesmo, a Capitania destaca, em nota, a necessidade de os navegantes  consultar as informações sobre as condições do tempo antes de irem ao mar. Com ventos fortes o mau tempo se forma e o risco para as embarcações é permanente.
Por aumento de salários servidores federais vão discutir greve na próxima 4ªfeira

Por aumento de salários servidores federais vão discutir greve na próxima 4ªfeira

Brasil
Deve chegar à justiça o desagrado e a irritação dos servidores públicos federais com o presidente Jair Bolsonaro (PL). Além da greve iminente, a insatisfação geral deve ganhar uma proporção maior. Segundo o  presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Fábio Faiad Bottini, a princípio, a luta é política, pois acreditam na possibilidade de reversão da ideia de reajuste apenas para policiais. “Contudo, consideramos, sim, entrar com uma ação judicial contra essa reestruturação isolada caso lá na frente tal erro não seja corrigido, pois ficará claro o desrespeito ao princípio da impessoalidade, uma vez que se tratará de um favorecimento declarado à base eleitoral do presidente Jair Bolsonaro", afirmou. Rivânia Andes, presidente do Fórum das E
Pesquisa diz que Lula lidera com 62% entre os brasileiros que têm fome

Pesquisa diz que Lula lidera com 62% entre os brasileiros que têm fome

Brasil
Um novo recorte de pesquisa do  Datafolha divulgado neste sábado, 25, revela que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem ampla liderança entre os eleitores que se consideram sob insegurança alimentar. Lula tem 62% da preferência entre os eleitores que declararam ter menos quantidade de comida em casa do que o necessário. No mesmo grupo, o presidente Jair Bolsonaro (PL) alcança apenas 11%. Bolsonaro fica tecnicamente empatado com Lula entre os que consideram ter mais comida do que o suficiente em casa, chegando a 35% contra 37% do ex-presidente. Fome no Brasil A fome no Brasil já atinge 26% da população. Em outro recorte divulgado pelo Datafolha nesta sexta-feira (24), 37% daqueles que tem renda mensal de até dois salários mínimos afirmam que a quantidade de comida em c
Mensagem de natal de Bolsonaro e Michelle em rádio e TV teve resposta de panelaços pelo País

Mensagem de natal de Bolsonaro e Michelle em rádio e TV teve resposta de panelaços pelo País

Brasil
O presidente  Jair Bolsonaro (PL)  e a primeira-dama  Michelle Bolsonaro, fizeram na noite desta sexta-feira, 24, um dueto para desejar feliz Natal e um bom 2022 aos brasileiros. O mandatário convocou um pronunciamento oficial, transmitido em todos os canais de TV e emissoras de rádio. “Sobre a proteção de Deus, chegamos a mais um Natal. Um tempo especial na vida de todos os brasileiros”, disse Bolsonaro, que reconheceu que “estamos finalizando mais uma um ano de muitas dificuldades”, mas argumentou que “não nos faltaram seriedade, dedicação e espírito fraterno no planejamento e na construção de políticas públicas em prol de todas as famílias”. “Não economizamos esforços para apoiar a todos, em especial os mais vulneráveis. Não nos afastamos em nenhum momento do que acreditamos: Deus,
Governo tem 5 dias para explicar ao STF prescrição médica em vacinação infantil

Governo tem 5 dias para explicar ao STF prescrição médica em vacinação infantil

Brasil
O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira (24), que o governo federal explique, em cinco dias, a necessidade da apresentação de prescrição médica para a vacinação infantil. A decisão foi tomada depois que  a Rede Sustentabilidade foi ao Supremo contestar o texto colocado em audiência pública pelo Ministério da Saúde, que exige prescrição médica e anuência dos pais para a vacinação de crianças de 5 a 11 anos, já aprovada pela Anvisa. Ontem, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defendeu a vacinação a crianças, mas somente com prescrição médica. A medida contrariou especialistas, que apontaram a falta de necessidade da medida, já que as vacinas são eficazes e seguras.