25 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

A diversidade política no mais puro estilo camaleão nos palanques do interior alagoano

Paulo Dantas, Renan Filho e Arthur Lira por pouco não se enfrentam no palanque da cidade do Pilar, antiga terra do bagre

 

No Pilar, Palco de Dantas, Renan e Arthur Lira: cena da política alagoana

Diz o ditado popular que político é como camaleão e, portanto, muda de cara o tempo todo.

Claro que a síndrome do camaleão na política nacional nunca foi uma novidade. A turma não apenas muda de cara, mas de cor também. E agora as novidades vão se propagando de forma tão ampla que é de fazer lesma corar.

Há pelos menos quatro grupos embolados na disputa pelo governo de Alagoas na atualidade. Em se tratando de grupos, logo se presume que quem se alia a um lado, certamente, não vai ao palanque do outro. Ou pelo menos não iria.

Mas, essa história do político camaleão é espantosa. Há candidatos que são ninjas. Se deixarem eles estarão pulando em todos os palanques, seja como protagonista ou até mesmo papagaio de pirata.

Atualmente, há prefeitos que apoiam um candidato a governador de um grupo, um senador de outro e um federal de outro também. Candidato a estadual pode ser vários.

Não entra em campo, nesse caso, ideologia (até porque para eles não existe), nem fidelidade partidária. Há pura e simplesmente o jogo de interesse pessoal ou de famílias envolvidas na política. E assim quem der mais leva.

Nesta quinta-feira, véspera de São João, a Prefeitura do Pilar montou um imenso palanque com as presenças do governador Paulo Dantas, o senador Renan Filho e deputado federal Paulão PT), que foi a convite do governador.

Dantas e Renan Filho discursaram e falaram de seus feitos. O prefeito Renatinho e sua mãe, a deputada Fátima Canuto falaram no evento e apresentaram o governador e o vice como os candidatos do Pilar nas próximas eleições.

Antes de todos subirem ao palco quem primeiro esteve lá foi o deputado Paulão, a convite do locutor do evento e foi apresentado como o “amigo do presidente Lula”.

O deputado então não contou com conversa e perguntou a multidão que aguaradava o inicio da festa: – Como é mesmo que se canta a música do Lula, pessoal? E galera cantou: –Olê, Olê, Olê, Olá, Lula, Lula.

O evento em seguida começa e quanto está para terminar, uma caminhonete preta, acompanhada por seguranças aparece na praça do evento. Dentro dela estava ninguém, ninguém menos que o homem mais poderoso do País, na atualidade: o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP), adversário figadal de Renan Filho e Paulo Dantas.

Eles logo foram embora e Lira foi levado ao palco pela deputada Fátima Canuto, iniciando assim um novo evento para a mesma plateia na movimentada cidade do Pilar.

Aliás, Pilar que antigamente era conhecida como a terra do bagre.

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.