11 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

A sociedade doente, os “malvistos” da Amazônia e o estupro valorizado no Instagram

São tempos medonhos que vão além da insensatez e do absurdo e do caos criador de oportunidades para gente inescrupulosa

A doença, o mau caratismo e o caos tomando conta da sociedade

A afloração do mau caratismo adormecido nas chamadas “pessoas de bem” explodiu de um jeito com as redes sociais, que hoje há muita gente dizendo que a sociedade está doente. É possível.

Mas, há aí também um componente que remete a falta de vergonha do ser e a idiotice intrínseca que se espalha em meio a violação de direitos, à desgraça alheia e a própria violência.

Enfim, é mesmo um conjunto doentio estimulado por diversos fatores e até por quem deveria ter a obrigação de cuidar bem das pessoas e nunca maltratá-las.

Basta pensar no que justifica o cidadão ser flagrado como estuprador durante seu exercício profissional, ser preso, e logo em seguida, poucas horas depois, ser seguido por 11 mil admiradores no Instagram?

Há explicação saudável para uma coisas dessas?

Pois bem. É o caso do médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra, preso em flagrante na segunda-feira, 11, pelo crime de estupro de uma gestante durante uma cesariana. Antes da prisão, o seu perifl no Instagram tinha 365 seguidores.

A inversão de valores se tornou uma febre nesses tempos. Imagine que um cidadão é assassinado no momento em que comemorava seu aniversário, com a família e amigos, e há uma infinidades de pessoas a culpar a vítima por ter sido assassinada.

O jornalista britânico Dom e o indigenista Bruno foram assassinados brutalmente na Amazônia e apareceu autoridade para dizer que eles foram mortos por que eram “malvistos” por lá. E o autor da fala foi aplaudido por sua claque.

Isso, portanto, vai muito além da insensatez, do absurdo e do descaramento que corrói o tecido social na atualidade. São tempos medonhos…

É como se os esgotos estivessem a transbordar  e dando liga para a que a ignorância se sobreponha a razão e estabeleça o caos.

E é o caos que traz oportunidades para muita gente inescrupulosa.