27 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Alagoas sedia, a partir de amanhã, evento nacional de conselhos de direitos LGBTI+

Encontro promovido pelo CECD/LGBT/AL, com o apoio do Governo do Estado, reunirá conselheiros de todo o Brasil para debater temas de interesse da comunidade

Foto: Ascom/Semudh

Entre os dias 17 e 19 deste mês, Alagoas será o centro do debate sobre o fortalecimento das políticas públicas para os LGBTQIA+ e o enfrentamento à violência a à discriminação sofrida pela comunidade em todo o país.

Desenvolvido pelo Conselho Estadual de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos LGBT de Alagoas (CECD/LGBT/AL), com o apoio do Governo de Alagoas, o Encontro Nacional dos Conselhos de Direitos LGBTQIA+ reunirá agentes das mais diversas áreas que atuam intensivamente em prol da causa no Brasil.

Além de os conselheiros estaduais de todo o país, juristas, integrantes da gestão pública, ativistas, pesquisadores, escritores, educadores e outros membros da sociedade civil irão deliberar sobre assuntos que envolvem os direitos sociais e o acesso à cidadania – como assistência social e saúde -, assim como políticas públicas de prevenção e combate à violência lgbtfóbica.

Com a pandemia do novo coronavírus, as instituições foram impedidas de dialogar presencialmente por mais de um ano e, assim, o evento – que será realizado em Maceió – ganha mais importância.

O presidente do CECD/LGBT/AL, Messias Mendonça, aponta que a oportunidade é essencial para avaliar a situação da comunidade neste período assolado pela Covid-19.

“A importância desse encontro nacional é centrada na reavaliação e análise da situação dos estados e dos conselhos de combate à discriminação no que se referem às políticas adotadas para os LGBTs, que veem constantemente seus direitos sendo retirados”. Messias Mendonça.

A ação promovida pelo conselho vinculado à Semudh é um reflexo da continuidade das ações desenvolvidas no Estado de Alagoas com foco nas políticas públicas para lésbicas, gays, travestis, transexuais e demais segmentos LGBTQIA+.  Para Maria Silva, secretária da Mulher e dos Direitos Humanos, Alagoas dá um salto na criação de políticas públicas em defesa da comunidade.

“Enquanto o Governo Federal tem cerceado os trabalhos desenvolvidos em prol da comunidade LGBTQIA+, nós temos seguido na contramão, fortalecendo cada vez mais as entidades de base, o movimento social e nosso Conselho. Num país de altos níveis de violência contra essa comunidade, a proteção através de políticas públicas é uma urgência”. Maria Silva.

O evento também promoverá a Posse Solene do Conselho Estadual de Alagoas de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais CECD/LGBT/Alagoas.

A posse acontecerá no Palácio da República dos Palmares, sede do Governo do Estado de Alagoas e está marcada para o dia 17 de novembro, às 9h.

Já as demais atividades do encontro irão ocorrer nos dias 18 e 19 de novembro, no Hotel Maceió Atlantic, com o credenciamento agendado para às 8h e tendo início às 8h30.