23 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Esportes

Azulão brilha na cobrança de pênaltis e CSA é o campeão alagoano 2021

Time azulino foi melhor que o CRB nas duas partidas finais

CSA vence na cobrança de pênaltis e conquista o campeonato alagoano

Mais aplicado na final do campeonato alagoano, o CSA conseguiu o titulo de campeão 2021 contra o CRB. O titulo saiu na cobrança de pênaltis.

O time azulino se mostrou melhor nas duas partidas finais, enquanto o CRB deixou a desejar em vários setores do campo. Assim, o Azulão fez por merecer o título alagoano.

Na cobrança de pênaltis o goleiro Thiago Rodrigues brilhou no lado e defendeu duas cobranças. No lado regatiano,  Diogo Silva, do CRB, defendeu um pênalti.

O CSA soltou o grito de campeão com justiça pelo que jogou nas duas partidas finais

O jogo – O segundo jogo da decisão do campeonato alagoano foi mais intenso, em determinados momentos. Ainda assim, muito diferente do primeiro jogo onde as duas equipes se apresentaram de forma bisonha.

Desta vez, o jogo fluiu até 20 minutos com boa movimentação em campo. O CRB em um contra ataque por pouco não abre o placar com Hiury, que chutou uma bola cruzada e que se chocou contra o poste do lado direito da meta azulina. A rigor, foi apenas isso que o CRB fez em campo.

Após os 20 minutos o CSA dominou o meio de campo e passou a gostar do jogo. Muito mais preciso no ataque chegou a cobrar três escanteios, enquanto o CRB só tinha conseguindo um. E foi exatamente numa cobrança de escanteio que o CSA chegou a 1 a 0, gol marcado por Bruno Mota. Ele subiu marcado por três jogadores regatianos e ainda assim fez o gol azulino.

O CRB, mais uma vez, foi um time caricato na primeira etapa.

Segundo tempo – Na volta para a segunda etapa o CRB voltou mais determinado e conseguiu o gol de empate aos 2 minutos. Após cruzamento de Romão, pela esquerda, Hyuri subiu livre de marcação e cabeceou empatando o jogo.

Depois do empate, os dois times voltaram a fazer a partida burocrática. Muita marcação e poucos lances de perigo. O detalhe ficou por conta da quantidade de escanteios conseguidos pelo CSA. Foram 12 contra apenas 3 do CRB.

No entanto, fora o gol, a segunda etapa foi carente de boas jogadas e de maiores emoções. Enfim, o resultado do clássico no tempo normal não poderia ser outro que não empate: um a um.

Atletas azulinos comemoram o titulo do campeonato alagoano

Mas, no final o CSA pode gritar é campeão. O time azulino soube aproveitar melhor as cobranças de pênaltis e conquistou o titulo.