27 de outubro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Bolsonaro admite recriar Ministério da Cultura por Regina Duarte

Plano B para o governo, se a atriz não aceitar, é o ator Carlos Vereza

Regina Duarte poderá ser a ministra da Cultura

A atriz Regina Duarte tem um encontro com o presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira, 20, para discutir a pasta da Cultura. O encontro entre eles está marcado para o Rio de Janeiro.

Segundo fontes do Palácio do Planalto a atriz exigiu ter uma conversa “olho no olho” com o presidente da República, para entender o que o governo espera dela.

Se ela não aceitar o cargo, o plano B de Bolsonaro é o ator Carlos Vereza, assim como Regina, outro apoiador do governo, desde a campanha eleitoral.

Mas, para ter Regina Duarte no governo federal, o presidente Jair Bolsonaro admite até recriar o Ministério da Cultura, segundo interlocutores do Planalto. A leitura do governo é que o nome da atriz é muito reconhecido para um status de secretaria, que era comandada até anteontem pelo dramaturgo Roberto Alvim. Ele foi demitido do cargo após protagonizar um vídeo com referências ao nazismo..

Ministério – A recriação do Ministério da Cultura pode ser feita por meio de Medida Provisória (MP), que passa a valer quando é publicada no Diário Oficial, mas precisa de aval do Congresso Nacional para seguir em vigor. Em 2019, os deputados rejeitaram uma emenda para recriar este ministério, apresentada sobre a MP que estruturou a administração do governo Bolsonaro, rebaixando o status da pasta de Cultura.