28 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Bolsonaro ignora fome de 33 milhões de brasileiros e diz que economia vai bem

Presidente faz discurso em Orlando dizendo que o mundo passa fome, mas o Brasil não

Bolsonaro nega nos EUA que brasileiros passem fome

O 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia de Covid-19 mostra que a fome passou a atingir 33 milhões de pessoas no Brasil, mas nos Estados Unidos, em Orlando, neste sábado, 11,  o presidente Jair Bolsonaro disse que a economia do Brasil vai “muito bem”.

Ele fez a declaração em um encontro de evangélicos e insistiu em negar que brasileiros estejam passando fome. “O mundo passa fome sem o Brasil, que é uma potência na energia de transição”, reforçou o presidente, sem citar os dados nacionais.

Pré-candidato à reeleição, Bolsonaro fez um discurso em linha com as bandeiras que carregará na campanha: criticou o aborto e a “ideologia de gênero”; defendeu o armamento da população e a propriedade privada.

Um dia após encontrar líderes internacionais na Cúpula das Américas, incluindo o presidente norte-americano, Joe Biden, Bolsonaro ainda afirmou que o mundo confia em seu governo. “Já começam a sair da prancheta sonhos nossos de um passado não muito distante. É a confiança que o mundo tem no governo brasileiro, na sua equipe, por, acima de tudo, honrar contratos e dar devida retaguarda. E estabilidade política também”, avaliou.