25 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Bolsonaro joga PMs contra impensa: ‘sempre contra vocês’

Presidente afirma que parte da imprensa brasileira é uma fábrica de fake news e uma vergonha para o mundo

Foto: Isac Nóbrega/PR

Incomodado com as matérias sobre a ajuda que a Abin ofereceu ao filho Flávio Bolsonaro, o presidente Jair Bolsonaro fez hoje ataques duros à imprensa e, durante uma formatura de PMs no Rio de Janeiro, colocou os policiais contra jornalistas.

Na visão do governante, a mídia “defende canalhas” e “sempre estará contra” os agentes públicos de segurança. Isso tudo depois de duas reportagens de revistas semanais trazem novos detalhes sobre a suposta ajuda da Agência Brasileira de Inteligência à defesa do senador no caso das “rachadinhas” na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

“Em uma fração de segundo, está em risco a sua vida, a de um cidadão de bem ou a de um canalha defendido pela imprensa brasileira. Não se esqueçam disso. Essa imprensa jamais estará do lado da verdade, da honra e da lei. Sempre estará contra vocês. Pense dessa forma para poder agir”. Jair Bolsonaro, presidente.

Bolsonaro disse que “muitas vezes eles estarão sós” e “terão apenas Deus ao seu lado”. “E, assim sendo, se preparem cada vez mais. Simulem as operações que podem aparecer pela frente”, disse ele durante a cerimônia de formatura. A solenidade ocorreu no CFAP (Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças), em Sulacap, na zona oeste da capital fluminense.

Bolsonaro participou da agenda ao lado do filho, Flávio Bolsonaro, do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do atual governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC).

“Jamais a nossa democracia e a nossa liberdade serão ameaçadas por quem quer que seja. Os três poderes são independentes e harmônicos. Mas o maior poder é o do povo brasileiro. Povo esse ao qual eu devo lealdade absoluta. Contamos com o povo maravilhoso e a liberdade das mídias sociais, que essas sim trazem a verdade para vocês. Uma fábrica de fake news está em grande parte da imprensa brasileira. Isso é uma vergonha para o mundo”. Jair Bolsonaro.

O tom exaltado de Bolsonaro no discurso de hoje contrasta com a fase “paz e amor” que ele vinha mantendo desde que se aproximou do centrão, em março deste ano, e começou a se movimentar para articular a campanha à reeleição em 2022.