14 de maio de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Brasil sem senso, nem censo, é um tiro miliciano nas estatísticas e no futuro

Parece mesmo que a política em voga no País é cancelar tudo que é legal, mas que incomoda gestores.

Cancelamento do censo brasileiro é o desmonte das estatísticas e do futuro do País.

A suspensão do censo brasileiro é, praticamente, um tiro miliciano nas estatísticas sociais e econômicas do País. É um golpe duro.

O censo é realizado a cada 10 anos e quando é desmontado o prejuízo é imenso, no que diz respeito ao mapeamento e no desenvolvimento de políticas públicas para todo e qualquer governo.

O censo é, antes de tudo, matéria constitucional. Portanto, seu cancelamento é ilegal pois se trata de uma obrigatoriedade negligenciada, como se houvesse o deliberado interesse de esconder as estatísticas do País.

Incrível, mas a ditadura fez isso quando quis passar para a população que o Brasil vivia “o milagre econômico” que não existia.

Parece mesmo que a política em voga no País é cancelar tudo que é legal, mas que incomoda gestores.

É triste a realidade da atual quadra política nacional, com as instituições coniventes no cenário da terra arrasada.

Lamentavelmente, aqui há culto às fakes e desprezo aos dados, o que remete a todos ao mergulho insensato na escuridão.

Como disse o filósofo alagoano Pedro Cabral: -Talvez seja tudo estratégico. Eles não querem o registro histórico da pífia governança deles. 

Ou seja, querem um País  sem senso e nem censo.

É o fim de tudo.