23 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Esportes

Brasileiros que atuam na Europa não querem jogar Copa América com medo da Covid

Atletas se reúnem com a CBF e pedem para ficar de fora da convocação

Brasileiros que jogam na Europa não querem jogar Copa América

Por essa a CBF não esperava. Mas, os  jogadores da seleção brasileira que atuam fora do País pediram para não jogar à Copa América, com medo da Covid-19.

Os jogadores se reuniram com Tite, a comissão técnica do treinador e com integrantes da diretoria da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para discutir se participam ou não da Copa América, que será disputada no país. A informação é de Bruno Cassucci, no Globo Esporte.

A informação também foi revelada pela Rádio Gaúcha. De acordo com a emissora, os atletas que atuam na Europa pediram para não jogar a competição, em consequência dos números elevados de casos e mortes por Covid-19 e o risco que o torneio pode oferecer à população.

Conversas internas

Durante coletiva, na noite desta quinta-feira, 3, o técnico Tite confirmou que estão ocorrendo “conversas internas” na seleção. Porém, não comentou sobre o desejo dos atletas.

“Temos uma opinião muito clara e fomos lealmente, numa sequência cronológica, eu e Juninho, externando ao presidente qual a nossa opinião. Depois, pedimos aos atletas para focarem apenas no jogo contra o Equador. Na sequência, eles solicitaram uma conversa direta ao presidente. Foi uma conversa muito clara, direta. A partir daí a posição dos atletas também ficou clara. Temos uma posição, mas não vamos externar isso agora. Temos uma prioridade agora de jogar bem e ganhar o jogo contra o Equador. Entendemos que depois dessa Data Fifa as situações vão ficar claras. Depois desses dois jogos, vou externar a minha posição”, disse Tite.
Insistência

Os repórteres insistiram com questionamentos sobre o assunto, mas o treinador não revelou mais detalhes.

“Não estou abrindo mão das respostas e estou colocando os fatos, com discernimento e sensatez que tenho. É muito importante a Copa América. Mas mais importante é o nosso jogo amanhã. É jogarmos bem, porque vamos ser cobrados, inclusive com o nosso torcedor. Ele cobra nossa posição. Temos posição clara. Mas deixa a nossa cabeça voltada para o jogo de amanhã. Entendo todos vocês e também entendo que é importante essa posição e não estou me eximindo”, acrescentou Tite.

O Brasil enfrenta o Equador nesta sexta-feira, às 21h30, no Beira-Rio, em Porto Alegre, em partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.