21 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Cabo Bebeto critica a política de preços dos combustíveis adotada pelo Governo do Estado

De acordo com o deputado, o Governo mexeu nos valores da pauta dos proprietários de postos de combustíveis

O deputado Cabo Bebeto (PTC) criticou mais um aumento no preço dos combustíveis em Alagoas, e creditou o fato ao Governo do Estado.

“A população alagoana, mais uma vez, sente seu bolso ser assaltado no preço do combustível”, disse o parlamentar, durante a sessão ordinária desta terça-feira, 18, acusando o governador Renan Filho de tentar compensar a queda na arrecadação, após ter fechado o comércio e restringir a circulação de pessoas, através de decretos, para conter o avanço da pandemia do coronavírus (Covid-19).

De acordo com o deputado Cabo Bebeto, para reajustar os preços dos combustíveis no Estado, o Governo mexeu nos valores da pauta dos proprietários de postos de combustíveis.

“A população alagoana, desde ontem, está revoltada com a situação. A gente vê que o aumento ocorre também em alguns produtos derivados do leite”, prosseguiu. “Tem queijo com preço de R$ 26 e a pauta é R$ 57; isso tem um impacto enorme. Quando essa pauta foi criada era para proteger o Estado de comerciantes mal-intencionados”. Cabo Bebeto.

Comandante BPRv

Durante o pronunciamento, o deputado Cabo Bebeto voltou a cobrar um posicionamento do comando da Polícia Militar de Alagoas (PMAL) no que diz respeito às denúncias de irregularidades que estariam sendo praticadas pelo comandante de Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), coronel Eliziário.

Cabo Bebeto informou que foi dado férias de forma excepcional para Eliziário, ao invés de afastamento do cargo. “Não sei o por quê? Quem é que o segura tanto? A quem tanto interessa a manutenção daquele comandante?”, questiona o parlamentar, acusando o coronel Eliziário de ser perseguidor e de continuar assediando a tropa.