4 de dezembro de 2023Informação, independência e credibilidade
Maceió

Câmara realiza visita técnica a cemitério vertical localizado em Marechal Deodoro

Galba Netto (MDB) e o secretário Municipal do Meio Ambiente Marcos Cavalcante conheceram detalhes sobre o funcionamento da estrutura

A preocupação com a falta de vagas em cemitérios públicos na capital tem mobilizado os vereadores da Câmara Municipal de Maceió a conhecerem iniciativas que possam servir de modelo e solucionar o problema.

Na última segunda-feira (4), o presidente da CMM vereador Galba Netto (MDB), realizou uma visita técnica ao lado do secretário Municipal do Meio Ambiente Marcos Cavalcante ao Cemitério Vertical do Grupo Eco Memorial construído em Marechal Dedoro.

O objetivo foi conhecer detalhes da administração do espaço que foi edificado atendendo a todas as exigências ambientais e estruturais para este tipo de empreendimento. Construído pela iniciativa privada o cemitério vertical é o primeiro do Estado e segue o padrão de outras unidades existentes no país e que têm servido de referência para o segmento.

“Fizemos essa visita com o objetivo de conhecer esta estrutura de cemitério vertical que funciona na cidade vizinha de Marechal Dedoro e foi muito bem implantada na cidade e já está em execução. O que vimos aqui servirá para robustecer o relatório que estamos produzindo na CMM. Desde o início da discussão o que buscamos é uma solução rápida e eficaz para a nossa cidade”, destacou o presidente Galba.

A construção do cemitério vertical se baseia na edificação de gavetas umas sobre as outras em forma de quadras com bom acabamento e uma aparência de caixa fechada em granito. O espaço é mantido com total discrição, vedação e sem a presença de fluídos de nenhum tipo. Construído dentro das regras que regulamentam o setor e atendendo as exigências da legislação ambiental a unidade é considerada uma alternativa para ser implementada em Maceió.

“Precisamos lembrar que a falta de vagas para sepultamento em Maceió é algo muito sensível a todos e crítica para a administração pública. De fato é um problema que aflige a toda a cidade. O que queremos é que esse material que será produzido por nós ajude a nossa prefeitura a produzir de forma mais rápida a solução para estre grave problema”, completou o vereador.

A CMM já instalou, na semana passada, uma comissão a pedido da vereadora Silvania Barbosa (MDB) e que em breve também conhecerá outras experiências de gestão de cemitérios no país. A demanda chegou a casa após a confirmação da falta de vagas o que em alguns casos acabou motivando o sepultamento de maceioenses em outra cidades.