4 de dezembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Expresso

Campanha de vacinação contra a Influenza tem início nesta quarta-feira

Grupo prioritário compreende gestantes, puérperas até 45 dias pós-parto, crianças de seis meses a menores de seis anos e trabalhadores da saúde

Grupo prioritário será contemplado nesta primeira fase. Foto: Arquivo SMS

A Prefeitura de Maceió dá início, nesta quarta-feira (5), à Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza 2021. Coordenada pelo Ministério da Saúde, a ação é realizada anualmente com o objetivo de reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da Influenza, na população-alvo para a vacinação.

Dividida por etapas, o grupo prioritário a ser imunizado na primeira fase (de 05 a 26 de maio) – compreende: gestantes, puérperas até 45 dias pós-parto, crianças de seis meses a menores de seis anos (cinco anos, 11 meses e 29 dias) e trabalhadores da saúde, que somam um total de 128.956 pessoas.

“A meta definida pelo Ministério da Saúde é imunizar 90% da população de Maceió. As únicas contraindicações à aplicação da vacina são para pessoas que possuem alergia à proteína do ovo ou que apresentaram uma reação severa (anafilática) a uma dose anterior da vacina”. Fernanda Rodrigues, diretora de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

O Ministério da Saúde ressalta que o intervalo entre as doses da Covid-19 e da Influenza, estabelecido em 14 dias, seja respeitado.

As vacinas contra a Influenza serão administradas em todas as salas de imunização das unidades de saúde do município. Para ser imunizada, a população deverá apresentar o cartão de vacinação e um documento de identificação com foto.

Além dos documentos pessoais, as puérperas deverão levar a certidão de nascimento do filho/filha; e os trabalhadores da saúde, precisam apresentar documentação (declaração) que comprove o exercício profissional atual.

Após essa primeira etapa, a vacinação contra a Influenza terá continuidade em outras duas fases, para atender aos demais públicos definidos para a campanha. Na segunda etapa, de 27/05 a 17/06, serão beneficiados os idosos acima dos 60 anos e professores de escolas públicas e privadas.

Já na última etapa, de 18/06 a 09/07, será a vez das pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e longo curso, trabalhadores portuários, profissionais das forças de segurança e salvamento e das Forças Armadas, funcionários do Sistema de Privação da Liberdade, e, por fim, a população privada de liberdade, além de jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas.