29 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Campanha de vacinação contra Influenza e Sarampo segue para o público-alvo em Maceió

Capital continua com a imunização por causa da baixa adesão dos grupos prioritários à campanha

Campanha de vacinação contra Influenza e Sarampo segue para o público-alvo em Maceió
A meta é atingir 90% de cobertura vacinal em cada grupo prioritário. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió

O Ministério da Saúde prorrogou, até esta sexta-feira (24), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza e o Sarampo. A imunização nos grupos prioritários iria terminar no dia 3 de junho, mas, por conta da baixa procura, foi adiada. No entanto, a Saúde de Maceió segue com imunização para o público-alvo. A decisão é resultado da baixa adesão dos maceioenses à campanha.

A Gerência de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância da vacinação e orienta o público-alvo da campanha, que ainda não se vacinou, a procurar uma unidade de saúde e garantir a imunização.

“A campanha de vacinação contra a Influenza e o Sarampo está sendo disponibilizada para o público-alvo desde o mês de abril. Vale lembrar que essa vacina é reformulada anualmente, então a vacina do ano passado não é a mesma deste ano. Existem cepas que foram introduzidas na vacina, a exemplo da H3N2. Então, as pessoas que se enquadram nos grupos prioritários determinados pelo Ministério da Saúde precisam sim buscar essa imunização”. Camila Peixoto, enfermeira da Gerência de Imunização de Maceió.

Quem deve se vacinar?

Camila Peixoto, enfermeira da Gerência de Imunização de Maceió. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió
Camila Peixoto, enfermeira da Gerência de Imunização de Maceió. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió

Influenza

Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), idosos, gestantes, puérperas, professores, profissionais da saúde, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, profissionais das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade, sob medidas socioeducativas, além da população privada de liberdade.

Sarampo

Crianças e profissionais de saúde.

Dados

De acordo com o último levantamento da Gerência de Imunização, de 58.928 crianças de 6 meses a menores de 5 anos, apenas 28,42% foram imunizadas.

Gestantes e puérperas estão com 28,72% e 17,63%, respectivamente, das mulheres vacinadas. Dos idosos, que correspondem a 124.338 pessoas, somente 44,80% receberam a dose contra a gripe. Já dos trabalhadores da saúde, 60,25% foram imunizados contra a Influenza.

Em relação à cobertura vacinal contra o sarampo, de 42.396 trabalhadores da saúde, apenas 16,67% foram imunizados e das 58.928 crianças, apenas 26,62% atenderam ao chamado e foram se vacinar nas unidades de saúde. A meta é chegar aos 90% de cobertura vacinal para cada grupo prioritário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.