29 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Carlos Decotelli, ex-presidente do FNDE, é o novo Ministro da Educação

Oficial da reserva da Marinha será o o primeiro ministro negro do governo Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro anunciou o ex-presidente do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) Carlos Decotelli, de 67 anos, para ser ministro da Educação.

Oficial da reserva da Marinha e o primeiro ministro negro do governo Bolsonaro, ele vai suceder Abraham Weintraub, que foi demitido da pasta na semana passada após uma série de desgastes com o STF.

Decotelli é considerado de perfil conciliador e moderado por pessoas próximas. Ele comandou o FNDE de fevereiro de 2019 até agosto do ano passado.

Decotelli foi indicado pela cúpula militar, em uma sugestão dos almirantes do governo. Ele também contou com o apoio do ministro da Economia, Paulo Guedes, com quem atuou no passado no IBMEC (Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais).

Sendo um contraponto à defesa do grupo ideológico por um nome olavista para a função que tivesse afinidade com Weintraub, Decotelli atuou na equipe do presidente durante a transição de governo. Com a nomeação, ele será o 11º ministro militar do atual governo.