18 de janeiro de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Centro de Triagem para o combate ao Coronavírus é inaugurado nesta segunda, na Massagueira

Unidade provisória atende casos de Síndromes Gripais com sintomas leves

A Prefeitura de Marechal Deodoro montou mais uma unidade de saúde para reforçar as ações de combate ao Covid-19. De forma provisória, a Escola Municipal Petronila de Gouveia, na Massagueira, foi toda equipada para receber o Centro de Triagem para Síndromes Gripais, que começa a funcionar nesta segunda-feira (25).

O novo espaço funcionará de domingo a domingo, das 07h às 19h, recebendo pacientes com sintomas gripais, afim de reforçar os atendimentos da Unidade Básica de Saúde (UPA) Irmã Dulce, na Praia do Francês, e ter maior controle dos casos de Covid-19 no município.

O Centro contará com médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares administrativos e de farmácia, serviços gerais e segurança.

Os pacientes que apresentarem sintomas que configurem Covid-19, como coriza, tosse frequente, diarréia e febre, há mais de oito dias, poderão fazer o teste rápido no local, e logo após receber atendimento médico.

Os casos mais graves serão encaminhados para UPA do Francês. Para isso, o novo espaço contará com uma ambulância de prontidão no local.

Estrutura

A estrutura conta com três salas de espera, sala de triagem de enfermagem, sala de atendimento médico, laboratório, sala de medicação e observação, sala de psicologia, farmácia, sala de vigilância epidemiológica, além de uma estrutura destinada aos funcionários, como bem-estar médico e copa.

Conforme explica a coordenadora de Enfermagem do Centro de Triagem, Mariana Barbosa, o objetivo da iniciativa é garantir um atendimento mais eficaz, rápido e sem contato com ambiente hospitalar.

“O intuito é garantir que pessoas com sintomas leves, similares aos provocados pelo novo coronavírus, como coriza, febre e tosse, sejam atendidos com mais agilidade e sem entrada no ambiente hospitalar, destinado ao atendimento aos casos graves da doença”. Mariana Barbosa, coordenadora de Enfermagem do Centro de Triagem.