11 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Chuvas dão trégua, mas Alagoas segue com 65 mil desabrigados ou desalojados

Inmet até emite alerta de tempo seco em grande parte do país

As chuvas no Nordeste vêm perdendo força nos últimos dias, após semanas de temporais que deixaram um cenário de inundações, milhares de pessoas desabrigadas e centenas de mortos em diversos estados.

A tendência, segundo Cleber Souza, meteorologista do Inmet, é que a intensidade das chuvas no Nordeste se reduza no próximo mês.

O Inmet, Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu no domingo um alerta de umidade relativa do ar variando entre 30% e 20% em grande parte da região Centro-Oeste do país.

Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Distrito Federal e áreas de Mato Grosso do Sul, oeste da Bahia e de Minas Gerais, sul do Pará e leste de Rondônia são regiões onde predomina uma massa continental de ar seco, que atua bloqueando a chegada dos sistemas de chuva vindos do Norte, Sul ou litoral.

Este é o mesmo instituto que alertou as chuvas que atingiram o Nordeste neste mês, em especial Alagoas e Pernambuco.

Defesa Civil Estadual atualiza números de desabrigados e desalojados em Alagoas

Atingidos pelas chuvas

O número de desabrigados e desalojados por conta das chuvas e enchentes em Alagoas teve pequena queda em relação ao último boletim e agora é de 64.624.

Os dados são do relatório da Defesa Civil Estadual, divulgado no final da tarde deste domingo, 10. No boletim anterior, o total era de 64.804 entre desabrigados e desalojados

Não houve alteração no número de mortos. Até agora, seis pessoas morreram desde os primeiros registros de chuvas intensas em Alagoas, sendo quatro óbitos no mês de junho e dois óbitos somente neste começo de julho