25 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Economia

Ciro Gomes oferece sugestões para Bolsonaro, que disse que o Brasil está quebrado

Taxar lucros e dividendos empresariais, Imposto sobre heranças, redução de impostos no IPVA e revogar o teto de gastos são algumas delas

Ciro Gomes é um político, advogado e professor universitário e que concorreu à presidência em 2018 pelo PDT, mas não chegou ao 2º Turno, ofereceu no Twitter, a plataforma preferida de Jair Bolsonaro, algumas sugestões para recuperar a economia.

Isso porque o próprio presidente Bolsonaro afirmou que o Brasil está quebrado e não pode fazer nada. Claro, o presidente é uma máquina ambulante de mentiras e resolveu desmentir o que havia dito 24 horas antes. Mas ficou registrado. E o ministro do governo FHC durante o Plano Real, em 1994, sugeriu o seguinte:

  • Autorizar o Banco Central a comprar títulos do Tesouro Nacional e criar um fundo de investimento em infraestrutura.
  • Passar o pente fino em R$ 300 bilhões de renúncias fiscais. Locadora de veículos como a Localiza tem renúncia fiscal. Tudo clientelismo, suborno e corrupção!
  • Taxar lucros e dividendos empresariais. Só o Brasil e a Estônia não cobram no mundo todo. Se cobrarmos o que eu já cobrei, o Brasil arrecada R$70 a 80 bilhões por ano, sem nenhuma distorção locacional porque é só o lucro e dividendo que sai da empresa, não o que é reinvestido.
  • Imposto sobre heranças. EUA cobram 40%, o Brasil cobra 4%.
  • Um trabalhador de aplicativo paga IPVA da moto, enquanto Luciano Huck e João Dória, que compraram jatinho subsidiado com dinheiro público, não pagam IPVA do jatinho. Tbm não é cobrado de helicóptero e lancha.
  • Se cobrarmos 0,5% a 1% sobre grandes patrimônios, acima de R$20 milhões, arrecadaríamos mais de R$80 milhões.
  • Imposto de renda progressivo, que diminui do povo pobre e da classe média e aumenta para quem ganha acima de R$ 500 mil. Eu já cobrei quando fui ministro da Fazenda.
  • Revogar o teto de gastos.
  • Ter um plano efetivo de vacinação. A retomada da economia somente será possível quando a pandemia for controlada.
  • Bolsonaro assumir sua total incompetência e renunciar.

Seringas e cloroquina

Gomes também criticou a suspensão da compra de seringas até os preços “voltarem ao normal”, como sugeriu Bolsonaro. Ele relacionou com a compra da cloroquina, medicamento que não funciona: