22 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Mundo

Colômbia descriminaliza aborto nas primeiras 24 semanas

País tornou-se o quinto da América Latina a flexibilizar o acesso ao aborto, que é permitido na Argentina, Uruguai, Cuba, Guiana e parte do México

Em decisão inédita na Colômbia, país de maioria católica, um alto tribunal descriminalizou nesta segunda-feira (21) o aborto na Colômbia nas primeiras 24 semanas de gravidez.

A “conduta do aborto só será punível quando for realizada depois da vigésima quarta (24) semana de gestação”, informou a Corte Constitucional em um comunicado.

Após a etapa inicial da gravidez, vigorarão as condições já fixadas pelo tribunal, que só avaliza o aborto em caso de estupro, se a saúde da mãe está correr risco ou quando o feto tiver uma má-formação que comprometa sua sobrevivência.

O país tornou-se o quinto da América Latina a flexibilizar o acesso ao aborto, que é permitido na Argentina, Uruguai, Cuba e Guiana. No México, é autorizado até 12 semanas em algumas regiões.