11 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Com nova Estação de Tratamento de Esgoto, Governo dobra cobertura em Maceió

ETE foi inaugurada nesta quinta-feira (30) e vai beneficiar 120 mil pessoas da capital

Empreendimento chega para beneficiar cerca de 120 mil pessoas da capital. Foto: Pei Fon

 

O Governo do Estado inaugurou, nesta quinta-feira (30), a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Caçadores, em uma área por trás do Eixo Quartel, no Farol. O empreendimento chega para beneficiar cerca de 120 mil pessoas dos bairros do Farol, Gruta de Lourdes, Pitanguinha, Canaã, Jardim Petrópolis e Santo Amaro.

A ETE foi construída por meio de um Contrato de Locação de Ativos entre a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) e o consórcio Sanema, liderado pela Conasa Infraestrutura, e faz parte de um sistema de esgotamento sanitário que está recebendo investimentos de cerca de R$ 185 milhões.

“Esse sistema, do qual a Estação de Tratamento faz parte, é algo histórico para Maceió e fruto de um esforço coletivo. Temos que destacar que, nessa gestão, ao longo desses oito anos, o Governo do Estado está investindo apenas em Maceió cerca de R$ 500 milhões em esgotamento sanitário. O valor é cinco vezes maior do que o que foi investido no setor nos 30 anos anteriores”, pontuou o presidente da Casal, Luiz Neto, em discurso na solenidade de inauguração.

“Com mais essa estação, além da que já temos em operação no Benedito Bentes, Maceió vai ter 70% da população atendida com tratamento de esgoto. E vale salientar que as duas operam com o que há de mais moderno em tecnologia nessa área. Estamos colocando em prática uma solução definitiva que vai, inclusive, contribuir para melhoria da qualidade do Vale do Reginaldo”.

Representando o governador Paulo Dantas, a secretária de Estado da Infraestrutura, Gevan Tenório, reforçou a contribuição do esgotamento sanitário para o equilíbrio ambiental, a importância dos profissionais de engenharia nesse processo e o papel das mulheres nessa profissão e no serviço público.

Também na solenidade, o presidente do grupo Conasa, Mário Marcondis, chamou atenção para a grandiosidade da obra além da ETE, ou seja, das outras estruturas que fazem parte do sistema de esgotamento sanitário.

“São mais de 80 quilômetros de redes coletoras e 18 estações elevatórias. Esse tipo de investimento melhora e, por isso, muda a vida das pessoas”.

A ETE Caçadores já está em operação e recebe o esgoto de alguns dos bairros atendidos. Ela será operada pela BRK Ambiental. A unidade tem capacidade para tratar 238 litros de efluente por segundo.

Com a entrada em funcionamento desse novo sistema, Maceió vai atingir a marca de 70% da população com acesso a coleta e tratamento de esgoto. Em 2019, foi inaugurada a ETE Benedito Bentes, por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP) entre Casal e Sanama, que beneficia cerca de 200 mil pessoas da parte alta da capital.