29 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Comandante da FAB afirma que militares vão “prestar continência” a Lula ou qualquer outro eleito

Baptista Junior negou em entrevista ser o ‘chefe militar mais bolsonarista’

Comandante da FAB (Força Aérea Brasileira), Carlos de Almeida Baptista Junior respondeu não ter dúvidas de que se o favoritismo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas pesquisas eleitorais for mantida, e ele ser eleito, que esse ou qualquer outro candidato entrasse no lugar de Bolsonaro, receberia continência militar.

“Lógico. Nós prestaremos continência a qualquer comandante supremo das Forças Armadas, sempre”. Carlos de Almeida Baptista Junior, Comandante da FAB.

Só a necessidade de pergunta e afirmação mostram como foram estres três anos de governo do capitão reformado do Exército em que os militares voltaram aos holofotes. E o risco de golpe militar se tornou dúvida frequente.

Desde a crise que derrubou a cúpula da Defesa em abril, Babtista é o comandante da FAB. E o tenente-brigadeiro-do-ar sempre é citado nos meios militares como o mais bolsonarista dos três chefes que ascenderam na ocasião. O que ele nega, em entrevista à Folha:

“Não sei de onde saiu isso. Esse clichê me foi colocado uma hora depois da minha indicação”. Carlos de Almeida Baptista Junior.

O comandante da Marinha, almirante Almir Garnier; o ministro da Defesa general Braga Netto, o comandante do Exército, general Paulo Sérgio, e o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Junior