21 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Comissão na ALE recebe Braskem em audiência para discutir impactos da Educação com afundamento do solo

Escolas e demais estruturas da área educacional localizadas na região afundamento e no CEAGB/CEPA precisam ser realocados

Em mais uma audiência pública híbrida para discutir os impactos, na educação, do afundamento do solo em bairros da capital, nesta sexta-feira (11), a partir das 9h, a Braskem apresentará na Assembleia Legislativa de Alagoas o escopo final, a proposta técnica e o plano de trabalho da empresa de consultoria a ser contratada pela mineradora.

Estudos e levantamentos realizados pela empresa devem resultar em um diagnóstico completo dos efeitos sócio-culturais e econômicos da tragédia ambiental na educação da capital e as ações necessárias para solucionar os problemas.

O maior deles é a realocação de escolas e demais estruturas da área educacional localizadas na região e no CEAGB/CEPA, levando em consideração a dimensão, as necessidades e a comodidade dos milhares de estudantes, seus familiares e servidores da educação afetados.

Essa é a quarta audiência sobre o tema, realizada em conjunto pelas comissões de Educação, do Meio Ambiente e Comissão Especial do Pinheiro, Mutange e Bebedouro da Casa, presididas respectivamente pela deputada Jó Pereira, deputado Davi Maia e deputado Cabo Bebeto.

Com participações presenciais e on-line, a audiência ocorre no Plenário Deputado Rubens Canuto, na Casa de Tavares Bastos, e será transmitida ao vivo pela TV Assembleia (Canal 7 da Net ou pelo site da ALE) e pelas redes sociais do Parlamento (YouTube, Instagram e Facebook).