25 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Considerado, o buffet do Purê e a “oiática” de Zoião no fim de ano

Festa de confraternização da turma “metá-metá” do bar do Gabi está ameaçada

A “oitática” de Zoião

Depois de um longo período de isolamento, tomando conta a avó Nildinha e da amiga Cega Dedé de PJ, o Considerado reapareceu na Confraria Metá-Metá do Bar do Gabi.

Um tanto quanto misterioso, cumprimentou os velhos amigos um a um, com certa formalidade e distanciamento. Mão fechada, tocando levemente os demais, logo foi provocado pelo Pastor.

-Pra que essa boiolagem, a pandemia acabou otário. Coisa de ota, mesmo. – Esbravejou o reverendo sem igreja, mas cobrador de dízimo.

E ouviu: -Ota és tu; oh ser negacionista, admirador das antas em terras griladas!

Fazendeiro em Joaquim Gomes, o pastor fechou a cara e virou um copo cheio cachaça que ganhou do Zé Fumacê.

Considerado então seguiu em sua sessão de cumprimentos. Entre um aceno e outro foi questionado pelo Davan Tonelada: – Você perdeu o aniversário do Purê.

Ele então disparou: -Já soube que azedou. –Azedou como? – Perguntou Davan.

-O Batoré me contou tudo e o empreiteiro Hi Fi me confirmou que o menu marroquino foi salgado para quem bancou e azedo para quem comeu. –Disse.

Tonelada fez uma cara de assustado e tentou amenizar o lado do Gabi que preparou o cardápio. “Eu acho que ele não teve muito tempo para fazer algo especial”, disse.

-Não foi nada disso. Ele serviu caldo de sarapatel, às 22 horas, com farofa de cuscuz. O Batoré comeu e quase morre no dia seguinte. Sem falar no Machado do Cai Martelo de Penedo, que esperava comer bacalhau à lagareiro e quase morre de fome por que a outra opção foi amendoim. – Expôs o Considerado.

-Olha, um cardápio desse reafirma que Gabi é Gabiru e levanta a suspeita de falência extrajudicial do Purê. –Pontuou o delegado, ex-homem de ouro de um coronel.

“Outro rolo”, resmungou o Pastor virando outro copo.

Foi aí que o “Cobra Coral” disse ao Considerado para ficar tranquilo, por que festa boa será a confraternização da turma no “Sítio de Mainha”, propriedade de Rui Caceteiro.

-Essa festa tá ameaçada. É melhor cancelar agora. Tô fora! – Reagiu logo.

Tonelada então quis saber a razão e lembrou que o próprio Considerado já havia passado o Pix para a festa e que não há devolução, em caso de desistência.

-Não estou nem aí, quero meu dinheiro de volta

-Sem chance e diga por que não vai.

-Estou sabendo que vão fazer um barril de elixir de canabidiol pra bozoide beber e soltar a franga.

– Que é isso, companheiro, respeite o sítio de Mainha…

-Tanto respeito que não vou lá com essa gente que transforma cannabis em elixir.

-Mas deve ter outra razão pra você não ir, pois sua avó gostava da cannabis com o Fumacê

-Deixe minha avó em paz. Ela é uma santa, do pau oco, mas é.

-Quero saber mesmo por que não vais a festa.

-Tenho também um compromisso com o amigo “Oio de Jeep”, o Zoião.

-Que foi que houve?

-Vou acompanhá-lo em uma “Oiática”.

-Oiática, que diabo é isso?

-Uma cirurgia que é prima da bariátrica

-Zoião vai reduzir os olhos?

-É. Depois que ele viu a mulher do Bozo dando pulinhos pelo Mendonça no  STF,  os olhos dele bombaram…