4 de dezembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Convívio Social regulariza situação de 100 comerciantes informais de Maceió

Alvarás de funcionamento foram entregues aos ambulantes, nesta terça-feira (19), no Mirante São Gonçalo

Convívio Social fez a entrega de 100 alvarás de funcionamento para ambulantes de Maceió. Foto: Alberto Jorge

O comércio informal está presente em vários pontos na cidade de Maceió, com os ambulantes vendendo os mais diversos produtos desde comidas até itens de artesanato.

E para que esses trabalhadores possam comercializar, é preciso que eles tenham um alvará de funcionamento emitido pela Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs).

Para legalizar a situação de ambulantes que atuam na capital alagoana, a Semscs fez a entrega de 100 alvarás, nesta terça-feira (19), no Mirante de São Gonçalo, no bairro do Farol.

O local foi escolhido por ser um ponto turístico da cidade e por reunir vários comerciantes informais que vendem artigos de artesanato, água de coco e água mineral. Na ocasião, foram regularizados 10 ambulantes que trabalham no Mirante de São Gonçalo.

Entre as comerciantes informais que receberam o alvará de funcionamento, está a senhora Ana Maria Ventura, de 55 anos, que comercializa chapéus há seis anos no Mirante de São Gonçalo. Para a ambulante, o documento entregue pela Prefeitura de Maceió é uma injeção de ânimo e de alívio para todos que tiram o sustento do comércio informal.

“Foi ótimo receber o meu alvará, essa liberação representa tudo para mim, porque vou conseguir trabalhar mais sossegada, sem aquele receio de passar uma fiscalização e recolher meus materiais”. Ana Maria Ventura, moradora do Eustáquio Gomes.

O secretário municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social, Thiago Prado, destacou a importância da ação que vem para fortalecer o comércio informal, com a organização dos ambulantes pela cidade de Maceió.

“Desde o início do ano estabelecemos um diálogo com os comerciantes informais, e sempre buscamos dar celeridade aos processos de liberação dos alvarás para tirar esses trabalhadores daquela situação de irregularidade. Essas ações mostram o respeito que a atual gestão tem com os ambulantes, com uma relação amistosa e à base do diálogo. O resultado disso é a organização do comércio em Maceió, onde quem ganha é o comerciante, o turista e o maceioense”. Thiago Prado.

Durante a entrega dos alvarás, os repentistas, Luiz Nascimento e Neildo Marcelino, fizeram uma homenagem a Prefeitura de Maceió e a Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social.