27 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Cooperativas de catadores de lixo fazem parceria com Prefeitura de Maceió

As cooperativas vão atuar com foco na coleta durante os festejos juninos da capital

Catadores de lixo das cooperativas vão atuar nos ambientes dos festjos juninos

Cooperativas de catadores de material reciclável de Maceió terão espaço reservado nos dias de shows das festas juninas organizadas pela Prefeitura. Pela primeira vez, o Município firmou uma parceria para viabilizar a geração de renda entre os cooperados que já atuam na capital e, ao mesmo tempo, garantir o reaproveitamento da maior quantidade possível de resíduos e, por consequência, menos geração de lixo.

Até 10 catadores de cada cooperativa vão montar uma força-tarefa para fazer o recolhimento de latinhas e outros materiais durante o evento junino, em Jaraguá e no Benedito Bentes. Eles terão disponível uma estrutura com tendas para já realizar a triagem. Além disso, todos estarão identificados com fardamento doado pela Prefeitura.

Participam da ação a Cooprel Antares, a Cooprel Benedito Bentes, a Coopvila e a Catamundaú. Elas contarão com o apoio de 20 garis que irão coletar todos os resíduos descartados nos locais de festa e destinar aos catadores.

Para a coordenadora de Supervisão de Cooperativas e Recicláveis da Superintendência de Desenvolvimento Sustentável (Sudes), Virgínia Lucena, a parceria do Município com as cooperativas gera ganhos em vários aspectos.

“É a primeira vez que o Município organiza a coleta seletiva dentro da programação oficial dos festejos juninos, e tanto tem a ação social, envolvendo os catadores, como recomenda a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, quanto tem impacto econômico na geração de renda aos cooperados. São mais de 130 famílias envolvidas no processo da coleta seletiva, e essa oportunidade contribui com o desenvolvimento sustentável, geração de renda, aumento de produtividade”, avalia.

Depois de mais de dois anos da pandemia do coronavírus, em que houve a redução do volume de materiais recicláveis, a oportunidade de incrementar a renda deixa animada a presidente da Cooprel, Patrícia Ramos.

“Um evento com a previsão de 100 mil pessoas por dia é uma oportunidade e tanto de incrementar nosso faturamento. A nossa expectativa é um aumento de 15% a 20% no mês. Estamos com as melhores expectativas possíveis, nunca vi a prefeitura fazer isso. Espero que seja o primeiro evento de muitos”, comemora. (Deborah Freire/Secom Maceió)