21 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Esportes

CSA atrasa início da partida, mas perde para o Náutico e não consegue vaga na Série A

Juventude fechou o G4 da Série B, que encerrou nessa sexta de forma dramática com Chapecoense campeã

Com as principais partidas da última rodada da série B agendadas para o mesmo horário, nesta sexta (27), o CSA atrasou seu elenco no vestiário, no confronto contra o Náutico no Estádio dos Aflitos, em Recife, e tentar ter uma vantagem psicológica contra o Juventude, que com o time alagoano disputava a última vaga para a Série A.

O time alagoano fez o aquecimento no gramado e retornou aos vestiários, depois demorou para retornar ao gramado de Recife, mas a CBF conseguiu atrasar o início de outros três jogos que dependiam deste resultado.

Começaram às 21h34, com quatro minutos de atrasado, três jogos (Chapecoense x Confiança, América-MG x Avaí e Guarani x Juventude). O jogo em Recife entre Náutico e CSA começou às 21h35.

Mas não adiantou muita coisa, já que o Azulão, que precisava vencer e torcer para um empate do Juventude, viu o contrário acontecer. Na última rodada da Série B, o CSA apenas empatou em 1 a 1 contra o Náutico, que apenas cumpria tabela, e o Juventude venceu seu compromisso contra o Guarani, por 2 a 1, e fechou o G4 da Série B.

Jogando no Estádio Brinco de Ouro, o time gaúcho venceu o Guarani, em Campinas, pelo placar de 1 a 0 e carimbou o passaporte para a Série A, chegando aos 61 pontos e até ultrapassando o Cuiabá que nesta sexta-feira, perdeu para o CRB, fora de casa, pelo placar de 4 a 1, em jogo disputado mais cedo.

A equipe alagoana ficou no empate com o Náutico por 1 a 1, no Estádio do Arruda e terminou a competição em quinto, com 58 pontos somados.

Campeão

Com a disputa pelo título até o último minuto, a Chapecoense se sagrou campeã ao vencer o Confiança, pelo placar de 3 a 1 e ficou na frente do vice-líder América-MG no saldo de gols.

Jogando na Arena Condá, a Chapecoense ficou atrás na tabela durante quase todo os 90 minutos, mas ao marcar o terceiro gol em cima do Confiança, de pênalti, pulou na frente do América-MG no saldo de gols (21 contra 20), as duas equipes terminaram com 73 pontos somados.

Anselmo Ramon de cavadinha, nos acréscimos marcou o gol do título e fechou o placar em 3 a 1. O América-MG, por sua vez, até fez jus ao fator casa e vence o Avaí, por 2 a 1, no Estádio Independência, mas não foi suficiente para ser campeão.