26 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Esportes

CSA perde de novo na série B e luz amarela acende no azulão

Em jogo pela 21ª rodada da série B, azulinos perderam de 2 a 0 para o Sampaio Corrêa

Pimentinha marcou o segundo gol na vitória do Sampaio contra o CSA

Duas derrotas seguidas na série B e o CSA acende a luz amarela no elenco. Desta vez o azulão foi derrotado pelo Sampaio Correa, lá no Maranhão por 2 a 0, na noite deste sábado, 28.

Os atacantes Ciel e Pimentinha marcaram os gols do time da casa, no jogo válido pela 21ª rodada do campeonato. O Sampaio encostou no G-4, enquanto o CSA estacionou no meio da tabela.

O primeiro lance de perigo do jogo já foi o suficiente para as redes balançarem em São Luís. Após cruzamento rasteiro de Ferreira na primeira trave, Ciel apareceu antecipando a defesa do CSA e escorando para o fundo das redes da equipe alagoana.

Com o seu padrão de camisa tricolor ofuscante, aos 16 minutos a “Bolívia Querida” chegou novamente com perigo. Após cobrança de falta ensaiada, Mascarenhas soltou um foguete e obrigou o goleiro Lucas Frigeri a voar no cantinho e colocar a bola para escanteio.

Melhor no jogo, o Sampaio Corrêa quase ampliou o placar aos 29 minutos. Com liberdade na entrada da área, Jean chutou colocado e a bola passou tirando tinta da trave esquerda da meta do CSA.

Segundo tempo

A primeira chegada com perigo do segundo tempo foi do CSA e quase saiu um gol de placa no Estádio Castelão aos 11 minutos. Iury Castilho recebeu dentro da área, fintou Éder Lima e deixou Joécio no chão, mas demorou para finalizar e perdeu uma ótima chance.

Aos 14 minutos o Azulão chegou novamente e quase empatou o jogo. Gabriel deixou a marcação para trás, finalizou com categoria e a bola passou muito perto do travessão de Luiz Daniel.

O primeiro lance do Sampaio na etapa complementar saiu aos 18 minutos. Em boa chegada em velocidade, Nadson chutou cruzado e foi travado por Matheus Felipe, que por pouco não jogou a bola contra o próprio patrimônio.

Melhor no segundo tempo, o CSA chegou novamente aos 21 minutos. Bruno Mota experimentou de fora da área, acertou um belo chute no cantinho e obrigou o arqueiro da casa a trabalhar outra vez.

A pressão do Azulão continuou e aos 23 minutos Iury Castilho chegou novamente. O atacante recebeu de Bruno Mota, soltou uma bomba e a bola sai raspando a trave do Sampaio Corrêa.

Aos 41 minutos os donos da casa mataram o jogo. Em boa chegada, Pimentinha chutou rasteiro, colocou no fundo das redes do CSA e confirmou a vitória da Bolívia Querida no Estádio Castelão.

Já nos acréscimos, aos 50 minutos, o Sampaio Corrêa quase fez o terceiro. Após rápido contra-ataque puxado por Pimentinha, o atacante deixou Daniel Costa na boa cara a cara para fazer o gol, mas o meia tirou do goleiro e a bola bateu caprichosamente na trave.