22 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Blog

De olho no poder, MDB está a um passo de uma aliança com Bolsonaro

Presidente pode até disputar a reeleição pelo MDB

Cúpula do MDB em flerte total com o governo Bolsonaro

A nova política cantada em verso e prosa por parte dos brasileiros até recentemente está sendo sepultada, sem remorsos, no enredo traçado pela velhas “raposas” do País.

Primeiro, o bloco do Centrão chegou e se instalou no poder com todas as pompas de braço forte da política nacional, hoje cultuado pelos poderosos do Planalto.

Segundo, entra em cena o velho e matreiro MDB que está flertando com os gabinetes palacianos do governo Bolsonaro, assim como fizeram PL, PSD, PP, PTB de Roberto Jefferson, e o Republicanos.

Os caminhos do acordo do Palácio do Planalto com o MDB passam pelos senadores Renan Calheiros, nordestino de Alagoas, e Eduardo Braga, nortista do Amazonas.

Nordeste e o Norte são duas regiões que, nas eleições passadas, não foram muito favoráveis a Jair Bolsonaro. Principalmente o Nordeste.

Para os que negam tudo, não custa lembrar que hoje o líder do governo no Congresso já é um emedebista raiz, senador Fernando Bezerra Coelho, cacique pernambucano conhecido pela Operação Lava Jato.

Mas, o partido quer mais. Eis que agora o MDB até já ofereceu sua legenda ao presidente brasileiro, para que concorra a reeleição.

É a mão na roda para ambos. Para Bolsonaro um casamento por conveniência que lhe garantirá mais poder e para os emedebistas um novo horizonte no Planalto com os espaços cobiçados.

É o velho e tradicional fascínio pelo poder. E isso é algo que muitos querem ter e os poucos que têm não querem largar.

Pelo contrário. Ampliar, ter mais, independentemente das formas e lutas é o roteiro traçado no meio político, onde o altruísmo passa longe e os interesses falam mais alto.

Enfim, esse é um jogo onde não há crianças. Apenas estratégias de homens que não vivem sem poder. E em nome dele tudo é possível.

Aguardemos os novos tempos por que a nova política já se foi há muito. Os sinais da mudança que se pretendida, talvez em outras gerações.

Para isso é preciso banir a ignorância. Ou, como bem disse Rui Barbosa: –É preciso educar as crianças para que não precisemos punir os homens.

 

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.