27 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Defesa Civil chama a atenção para as características do inverno em Maceió

Situações de risco podem ser relatadas por moradores em contato pelo telefone 199 e também receber alertas via SMS

Primeiro dia do inverno trouxe tempo firme a Maceió. Foto: Erik Maia/Secom Maceió

A madrugada desta segunda-feira (21) trouxe com ela o primeiro dia do inverno para a região Nordeste do país, estação do ano que apresenta temperaturas mais baixas e maiores previsões de chuva, e Maceió registra índices acumulados de chuva significativos para este mês. Apesar disso, o primeiro dia da estação fria foi marcado por poucas nuvens e muito sol no paraíso das águas.

De acordo com Joanna Borba, coordenadora do Centro Integrado de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil (Cimadec), os próximos dias, marcados como os primeiros do início da nova estação, contarão com níveis de chuvas dentro da normalidade, assim como as previsões para todo o mês de junho.

Joanna Borba, coordenadora do Cimadec. Foto: Erik Maia/Secom Maceió

Ela explica que o período chuvoso em Maceió é caracterizado por períodos de chuva durante seis meses, alternados com tempo seco por outros seis meses, mas que há fenômenos que podem interferir no clima da região Nordeste.

“Nós esperamos alguma chuva para os próximos meses, mas algo dentro da normalidade. O prognóstico para o trimestre, fornecido pela Semarh, é dentro do esperado para os próximos meses. Alguns fenômenos podem interferir nesses períodos, a exemplo do La Niña, que influenciou no primeiro semestre desse ano, mas que já perdeu força. Uma eventualidade pode acontecer, mas não deve ser tão distante esperado”. Joanna Borba.

Ainda assim, de acordo com Normal Climatológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão de junho é de 354 mm de chuva. Onze dos treze pluviômetros da capital já apresentam acumulados de chuva superior a 200 milímetros.

A coordenadora demonstrou ainda que em alguns dos equipamentos para monitoramento da chuva já há acumulados que representam 80% do volume de chuva esperado para o mês de junho. Em Maceió, o bairro da Cidade Universitária foi onde mais choveu, registrando um acumulado de 291 mm até hoje, apenas no mês junino.

Outros bairros também tiveram registros significativos. São eles: Ipioca, com 250 mm; Chã da Jaqueira, 248 mm; Antares, 242 mm; Benedito Bentes, 241 mm. No Tabuleiro do Martins, foram registrados 230 mm em um equipamento e 221 mm num segundo. No Clima Bom foram 220 mm, e o bairro do Farol, que também tem dois equipamentos foram registrados 202 e 201 mm.

Os bairros com os menores índices de chuva acumuladas foram Trapiche da Barra, onde foi registrado 187 mm até hoje, e em Cruz da Almas, onde choveu 158 mm.

Por fim, a Defesa Civil Municipal orienta que, caso os moradores identifiquem alguma situação de risco nos locais onde moram, acionem o órgão através do telefone 199, para realização de uma vistoria, e que, em casos de emergência, busquem abrigos seguros, como casas de parentes.

Outro serviço que pode ajudar a população a agir de forma preventiva é a mensagem de texto que é disparada pelo órgão ao receber alertas. Para receber esse serviço basta enviar uma mensagem de texto SMS para o número 40199. No corpo do texto da mensagem basta escrever o número do CEP de onde se mora. Em instantes você já recebe a confirmação de cadastro do serviço de alerta.