25 de outubro de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Depois da pandemia brasileiros querem mais é ir à igreja, diz pesquisa

Falar com Deus, viajar e até tomar um bom vinho no restaurante são os desejos incontidos na pandemia

Brasileiro sente falta da igreja e quer lotar os templos, após a pandemia

Católicos ou protestantes não pensam em outra coisa quando acabar a pandemia: eles sentem falta da igreja.

Ir ao templo e fazer suas orações, ou “falar com Deus”, como repetem, é o desejo maior para quem vive à longa quarentena na pandemia da Covid-19.

Pelo menos é o que diz a pesquisa da Bateiah Estratégia e Reputação realizada no País, com a participação 1.455 pessoas. Ela revelou que a igreja é o desejo maior da população, quando a pandemia passar.

A prolongada ausência dos templos deixou, portanto, muita gente ansiosa, deprimida e ainda mais fragilizada. A expectativa é de que “no encontro com Deus” tudo se resolva e essas pessoas tornem a ter um novo ânimo para enfrentar dores e amores do cotidiano.

A pesquisa diz ainda que o índice dos que sonham prioritariamente em sentar nos bancos das igrejas é de 26,2%. Já 17,8% querem viajar, fazer turismo pelo Brasil e o mundo se o câmbio assim o permitir. Pode até não ir, mas o desejo é explícito.

Já 14,5% querem ir às compras, andar pelos shoppings centers, bater pernas pelos centros comerciais das cidade, de preferência com dinheiro no bolso para gastar no que quiser.

Outros 11,1% querem saborear bons pratos nos restaurantes diversos, com direito à degustar um bom vinho.

Entre os entrevistados há os 9,5% que sonham com o retorno as academias de ginásticas, enquanto 8,7% querem poder sentar às poltronas dos teatros para os bons shows e atualizar a agenda cultural.

Está na pesquisa. Por enquanto são sonhos e desejos bem ao gosto da oferta contida do mercado.

Assim, como manda a maioria, não custa rezar para a pandemia cessar.