22 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Depois de humilhado em São Paulo, jovem entregador ganha novo emprego e fãs no Instagram

Matheus Pires Barbosa agora vai trabalhar com carteira assinada em uma agência de publicidade

Matheus e seu novo empregador, o publicitário Avellar

Foi num estalo só que a vida do jovem Matheus Pires Barbosa, 19 anos, mudou desde a viralização de um vídeo em que ele era humilhado por um cliente de aplicativo em Valinhos (SP), no fim de julho.

Após ganhar duas motos e mais de R$ 150 mil em uma vaquinha virtual, o rapaz agora está empregado, com carteira assinada e salário fixo, na agência de publicidade Avellar, que fica na capital do estado de São Paulo.

Matheus concedeu entrevista à colunista Eliane Trindade, da Folha de S. Paulo, nesta sexta-feira, 14, e falou sobre a expectativa para o emprego novo, como editor de vídeos, a partir da próxima semana. O rapaz declarou que evitou ver a repercussão do vídeo e que não quer carregar a imagem de “coitado”.

A ideia ao ir atrás da gravação, segundo ele, era usá-la como prova em uma ação judicial por injúria movida contra o agressor.

A aproximação com o futuro local de trabalho começou bem antes do episódio que o deixou famoso. Aos 15 anos, Matheus aprendeu sozinho a editar vídeos e tentou montar uma agência própria para trabalhar no ramo. Mesmo que o negócio não tenha ido para frente, o rapaz seguiu procurando aprender sobre o trabalho e, assim, começou a acompanhar as redes sociais do empresário Raphael Avellar, dono da agência em que agora vai trabalhar.

Foi por esse canal que a proposta de trabalho surgiu. Os dois já haviam conversado em outras oportunidades, quando Avellar respondia as mensagens do seguidor com dicas e conselhos sobre o mercado publicitário.

Ele relata, inclusive, que o jovem que já tinha pedido um emprego antes, mas foi só depois da repercussão do vídeo que ambos puderam conversar melhor sobre esse assunto. O acordo foi selado com um jantar na casa do empresário na última terça-feira, 11.

Redes sociais

O episódio também rendeu a Matheus Pires uma legião de seguidores nas redes sociais, em duas semanas ele passou de cerca de 300 seguidores para mais de dois milhões no perfil que mantém no Instagram.