28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Descarte irregular de resíduos é origem para diversos problemas em Maceió

Além de prejudicar o meio ambiente, hábito causa transtornos para a população durante período chuvoso

Descarte irregular de resíduos é origem para diversos problemas na cidade
Descarte irregular é origem para diversos problemas na cidade. Foto: Ascom Sudes
Móveis inservíveis, pneus, restos de podas de árvores, lixo doméstico e resíduos da construção civil. Todos esses itens são facilmente descartados de forma irregular pela população e encontrados em praças, vias públicas, terrenos e demais locais a céu aberto. Com isso, uma série de problemas para a cidade e prejuízos ao meio ambiente surgem, principalmente, durante o período chuvoso.

A prática incorreta ocasiona sérios problemas na cidade. Em 2021, a Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) recolheu mais de 220 mil toneladas de lixo em pontos crônicos de descarte irregular, ultrapassando R$ 29 milhões que foram utilizados para reverter uma situação que nem deveria existir.

Prefeitura recolheu mais de 220 mil toneladas de lixo em pontos crônicos de descarte irregular. Foto: Ascom Sudes
Prefeitura recolheu mais de 220 mil toneladas de lixo em pontos crônicos de descarte irregular. Foto: Ascom Sudes

O valor desembolsado pela Prefeitura de Maceió para manter esses pontos limpos poderia ser investido no aperfeiçoamento da limpeza urbana da capital. Somente para exemplificar, com a quantia, a Sudes conseguiria criar, aproximadamente, mais 104 Ecopontos, que são equipamentos responsáveis por receber os resíduos mais encontrados nos pontos de lixo.

O superintendente da Sudes, Ronaldo Farias, explica que o descarte irregular de resíduos pode provocar problemas para as próprias pessoas que adotam esta postura.

“Principalmente no período das chuvas, uma grande quantidade de resíduos é arrastado para bueiros e galerias. Isso pode provocar o entupimento desses equipamentos, com prejuízos imediatos para a população da localidade. Por isso, é essencial que as pessoas se conscientizem da necessidade do descarte adequado do seu resíduo”, afirma.

Ecopontos recebem resíduos da construção civil, restos de poda e inservíveis. Foto: Ascom Sudes
Ecopontos recebem resíduos da construção civil, restos de poda e inservíveis. Foto: Ascom Sudes

A falta de consciência ambiental da população alimenta os mais de 200 pontos crônicos de descarte irregular mapeados pela Sudes, de onde já foram retirados, somente em janeiro deste ano, mais de 35 mil toneladas de resíduos.

A diretora de planejamento e serviços especiais da Sudes e engenheira ambiental, Kedyna Tavares, explica que o despejo inadequado ainda é prejudicial à saúde do cidadão.

“Os danos dessa prática são incontáveis, alguns dos principais são a contaminação do solo, a poluição do ar, a proliferação de animais peçonhentos e, com isso, os riscos à saúde pública”.

Pontos de descarte

Para evitar a prática, a Prefeitura de Maceió oferta diversos equipamentos, como os 32 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), espalhados pelas principais praças e ruas da cidade, que servem para reunir os recicláveis descartados pela população.

Em Maceió existem cinco Ecopontos construídos em bairros estratégicos para receber restos de poda de árvore, materiais inservíveis e resíduos da construção civil (até 1m³/gerador). Veja logo mais o endereço dos PEVs e Ecopontos.

Capital possui 32 Pontos de Entrega Voluntária em locais estratégicos. Foto: Ascom Sudes
Capital possui 32 Pontos de Entrega Voluntária em locais estratégicos. Foto: Ascom Sudes

Canais de comunicação

Além de descartar de forma correta, a população também pode ajudar denunciando. Ao flagrar um descarte inadequado, o cidadão pode entrar em contato com o órgão, através do 0800 082 2600 ou WhatsApp 98802-4834, enviando fotos e vídeos do flagrante. Caso seja constatada a infração, o autor pode ser multado.

“Nós ofertamos diversos serviços e equipamentos para que o cidadão fique ao nosso lado na limpeza da capital e contenção de riscos para a sociedade. Mas, caso a população ainda queira fazer da maneira errada, poderão ser multadas pela falta de consciência e cuidado com a cidade”, alertou o superintendente.

Após denúncia, equipes de fiscalização vão ao local para notificar o responsável. Foto: Ascom Sudes
Após denúncia, equipes de fiscalização vão ao local para notificar o responsável. Foto: Ascom Sudes

De acordo com o Código Municipal de Limpeza Urbana, o cidadão que descartar de forma irregular pode ser multado em até R$ 12 mil, a depender da quantidade de resíduos. Confira o que diz o código no fim da matéria.

Endereços dos 32 Pontos de Entrega Voluntária (PEV)

PEV Praça em frente ao 5° Batalhão da PM no Lot. Celly Loureiro – Benedito Bentes

PEV no Paulo Bandeira – Benedito Bentes

PEV na calçada do Terminal do Graciliano Ramos

PEV próximo ao terminal no Petrópolis

Conjunto Village Campestre I – Próximo a associação de moradores

PEV Praça em frente ao terminal da Colina

PEV na Praça do Rosane Collor (Clima Bom)

Praça do Mirante da Gruta

PEV Praça 200 anos no Zé Tenório

PEV Praça Raimundo de Aguiar Peixoto – Antares

PEV Guaxuma

PEV Mirante do Jacintinho

PEV Terminal do Trapiche

PEV Praça em Frente a USF da Pitanguinha

PEV Vergel (praça próximo à guarda municipal)

PEV Praça da Bíblia – Jatiúca

PEV Praça da Faculdade – Prado

PEV em frente ao Instituto Mandaver – Dique Estrada

PEV Praça Nossa Senhora de Fátima – Feitosa

PEV Medeiros Neto – Santa Amélia

PEV Praça do Skate – Ponta Verde

Ponta Verde – Corredor Vera Arruda

Cruz das Almas – Terminal de Ônibus

Farol – Mirante Igreja São Gonçalo

Pontal da Barra – Praça São Sebastião

Gruta de Lourdes – Terminal da Rotary

Antares – Praça Cond. Bela Vista

Eustáquio Gomes – Praça do INOCOOP

Canaã – Praça São José

PEV Serraria – Rua Projetada (Antigo São João da Serraria), próximo à Fundação Bradesco

PEV Garça Torta – Praça São Pedro

PEV Cidade Universitária – Rua K Um – Eustáquio Gomes, próximo à antiga Telasa

Endereço dos Ecopontos

Pajuçara – Rua Campos Teixeira, n°476

Tabuleiro – Rua Botafogo, por trás do Posto de Saúde Dr. Ib Gatto Falcão

Dique Estrada – Av. Governador Teobaldo Barbosa – Vergel do Lago

Santa Lúcia – Avenida Oswaldo Ramos, 912 – Jardim Petrópolis;

Santa Maria – Av. Lourival Melo Mota, Conjunto Santa Maria, s/n – Cidade Universitária

Código Municipal de Limpeza Urbana

Art. 18, inciso 1°

Descumprir norma de manejo de resíduos da construção civil, deixando de

confinar os resíduos após a geração, até a etapa de transporte, não

assegurando, quando possível, as condições de reutilização e de reciclagem.

Valor:

até 1m³ – R$ 3.000,00

acima de 1m³ até 5m³ – R$ 6.000,00

acima de 5m³ – R$ 12.000,00