25 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Artigo

Dona Flora deixa saudades: Foi a primeira contabilista da Prefeitura de Maceió

Ela foi respeitada como líder no serviço público e empoderada enquanto mulher

Por Wagner Lima*

Dona Flora: um exemplo de liderança no setor público

Ela morreu na manhã deste sábado (4), aos 83 anos, na Santa Casa de Misericórdia de Maceió, por complicações cardiovasculares e falência múltipla de órgãos.

Dona Flora Costa de Barros Lima, a única mulher contabilista a comandar por mais de 30 anos a contadoria geral da prefeitura de Maceió, desde o governo Sandoval Cajú (1961), a Ronaldo Lessa (1996).

Formada em ciências contábeis, direito e especialista em direito tributário dona Flora ingressou como funcionária pública de carreira em 1960 no governo Manoel Valente de Lima sendo professora de alfabetização da antiga FEMAC – Fundação Educacional Do Município De Maceió. Por concurso interno no município na administração do então prefeito Sandoval Cajú, começa a integrar e dirigir a contadoria geral da prefeitura de Maceió.

Foi a pioneira a estabelecer o sistema complexo contábil municipal, implantando e criando os cálculos de coeficientes de diversos tributos do município como ISS, IPTU, Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) dentre outros, adequando e ajustando os gastos públicos que deram saltos de qualidade no desenvolvimento de Maceió ao longo de décadas nas gestões de quinze prefeitos, muitos anos antes da chegada da informatização dos atuais computadores.

Dona Flora Costa partiu como exemplo de servidora pública dedicada, responsável e de mulher empoderada. Deixou quatro filhos e dez netos (as).  Em seu velório, amigos e parentes pontuaram as lembranças de uma mulher que soube dignificar sua missão emquanto liderança no serviço público, mãe e amiga dos que com ela conviveram.

Ela se foi mas sua história fica na memória de todos os que a tinham como referência. E podem ter certeza: não são poucos.

Paz eterna dona Flora.

*Wagner Lima é jornalista e publicitário