14 de maio de 2021Informação, independência e credibilidade
Artigo

Eleições da OAB Alagoas podem ser feitas de forma online

Novos nomes estão surgindo para a disputa eleitoral deste ano

Por Arthur Braga Lima*

 

OAB se prepara para as eleições online

Em fevereiro de 2020, o Instituto M133 enviou à Ordem dos Advogados do Brasil uma proposta que busca alterar o Provimento nº 146/11 do ESTATUTO DA ORDEM, a ideia é permitir que os votos para eleger representantes da entidade sejam feitos pela internet.

Segundo divulgado pela OAB Nacional, as primeiras unidades federativas que terão eleições online serão Distrito Federal, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Tocantins, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte. Os detalhes sobre as eleições online nas seccionais da OAB ainda não foram divulgados.

Ao que parece aqui em Alagoas, mesmo com a pandemia ainda não controlada e com a possibilidade de sua votação ser online, os setores da advocacia alagoana têm se movimentado bastante, tudo em torno de um quase título de filme; “Quem será o próximo presidente? ”

Isto porque, nos bastidores o que se ouve é a rejeição da ideia de que o atual Presidente Nivaldo Barbosa possa ir para uma possível reeleição, vale lembrar que o lema deste grupo no poder, desde a época do Professor Thiago Bonfim, “era” a não reeleição. O professor Thiago Bonfim tem sido constantemente lembrado pelos advogados com ar de saudade, pois o mesmo se encontra bastante afastado da atual gestão, há quem diga que ele possa voltar a ser candidato.

Não podemos esquecer que a paridade de gênero foi aprovada, o que dará uma nova cara para as chapas que deverão ser formadas com pelo menos 50% de mulheres, devemos observar os nomes como de: Thaisa Gameleira, Juliana Modesto, Rosana Jambo e Andreia Feitosa, que tem se destacado na atual gestão e que podem vir encabeçando possíveis chapas.

Para quem acompanha as eleições da OAB ao longo dos anos, já percebeu que essa gestão possui diversos grupos, e com isso alguns problemas; principalmente quando se pensa em quem poderá substituir o atual presidente, nomes como: Ednaldo Maiorano, presidente da Caixa de Assistência, o atual vice-presidente Vagner Paz, e o então secretário-geral Leonardo de Moraes, são lembrados e questionados sobre o futuro, porém a questão é: quem vai ser vice de quem?

Bom lembrar que a atual gestão teve uma votação bastante apertada, e que possíveis nomes já começam a surgir como alternativas são eles: Cacá Gouveia, Henrique Vasconcelos, Daniel Brabo, Fábio Gomes.

Vale aguardar os próximos movimentos, até porque as eleições estão se aproximando.

*Arthur Braga Lima é bacharel em Direito