17 de julho de 2024Informação, independência e credibilidade
Esportes

Em jogaço recheado de emoções, Fluminense e Inter empatam pela Libertadores e decisão segue aberta para o confronto do Beira-Rio

Germán Cano foi destaque da partida com dois gols. Do lado Colorado, Enner Valência se mostra decisivo

Foto: Mauro Pimentel / AFP

Por Dyego Barros

Um jogaço, digno de uma semifinal de Copa Libertadores da América. Assim foi o Fluminense e Internacional da noite desta quarta-feira (27), válido pela partida de ida da série que levará um dos brasileiros à grande decisão da competição continental. E nos primeiros 90 minutos da corrida pela glória eterna, as equipes dos arrojados Fernando Diniz e Eduardo Coudet empataram por 2 a 2.

O jogo

Desde os primeiros movimentos do confronto, cariocas e gaúchos buscavam o gol em um duelo marcado pela trocação franca, que propiciou boas oportunidades para ambos os lados e exigiu bastante dos goleiros Fábio e Rochet. Logo aos 10’ da etapa inicial, Germán Cano colocou o Flu na frente, após concluir com maestria uma linda assistência do jovem Jhon Kennedy.

O embate seguiu em ritmo frenético, com os visitantes sendo conduzidos pela liderança técnica do equatoriano Enner Valência. Aos 45’, Samuel Xavier foi expulso ao receber um segundo cartão amarelo e, ainda antes da descida aos vestiários, Hugo Mallo deixou tudo igual no marcador, aproveitando cruzamento de Renê.

Em vantagem numérica, o time de Porto de Alegre chegou a virada aos 19’ do segundo tempo, com um golaço de Allan Patrick. E quando tudo indicava que o Tricolor das Laranjeiras sucumbiria às circunstâncias, o artilheiro argentino apareceu novamente, tirando da cartola um lindo bate-pronto da pequena área a 12 minutos do fim, para a explosão de alegria da maior parte dos mais de 67 mil torcedores que compareceram ao Maracanã.

E agora?

Na próxima quarta-feira (04), os rivais se reencontram no estádio Beira-Rio, em igualdade de condições, para a definição do primeiro finalista do torneio da Conmebol.