23 de novembro de 2020Informação, independência e credibilidade
Brasil

Em mais uma mentira, Bolsonaro diz no G-20 que estava certo sobre a pandemia

Presidente reforça que a economia é mais importante e não menciona os 170 mil mortos pela covid no Brasil

Na Cúpula de Líderes do G20, onde o grupo das 20 maiores economias do mundo debaterão soluções para crise gerada pela pandemia, o presidente Jair Bolsonaro solta mais uma mentira de escala internacional: a de que o tempo vem provando que ele estava certo.

Seguindo o mantra de “Economia em primeiro lugar”, Bolsonaro segue lamentando os CNPJs que sucumbiram nesta pandemia e em recado adiantado por sua Secom, não faz nenhuma menção aos quase 170 mil brasileiros que morreram com covid-19.

“Desde o início ressaltamos que era preciso cuidar da saúde e da economia, simultaneamente. O tempo vem provando que estávamos certos. Devemos manter o firme compromisso para trabalhar pelo crescimento econômico e a liberdade de nossos povos e a prosperidade do mundo”. Jair Bolsonaro, presidente.

O presidente da gripezinha, que sabotou as ações sanitárias ao fazer pouco caso da maior crise sanitária da história recente e que mais provocou mortes em um mesmo ano na história do Brasil, teve coragem de dizer que estava certo.

Assim como houve quem acreditou que ele entregaria países que compram madeira ilegal do Brasil, como prometido no Brics (claro, tudo mentira), Bolsonaro segue sem fazer com que sua palavra valha algo que preste. Tudo é desdito, recuado, desmentido, sem veracidade.

Claro, seu público cativo vai à loucura: desde que fora eleito, Jair só se direciona para seu curral eleitoral. Não importa o quão óbvio sejam os fatos e quão gritantes sejam suas mentiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.