24 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Embaixador americano e ministros fazem teste após febre de Bolsonaro

No último sábado, o presidente fez um almoço para comemorar o Dia da Independência dos EUA

Enquanto aguardam o resultado do teste de coronavírus do presidente Jair Bolsonaro, que ontem apresentou febre e mal-estar, alguns ministros que estiveram próximos do presidente nos últimos dias também já decidiram fazer o teste.

É o caso do ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, que realizou o teste para coronavírus na manhã desta terça-feira (7). Além de ter estado com o presidente nos últimos dias, o ministro optou em fazer uma nova testagem após descobrir que o um servidor do ministério que ele teve contato está com Covid-19.

Há um prazo de até 72 horas para que o exame fique pronto, mas é possível que o resultado saia antes. O ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, também já fez exames hoje cedo no Palácio do Planalto. O ministro fez um teste rápido e o resultado já deu negativo.

Segundo sua assessoria, a medida foi por precaução. Ramos despacha diariamente com o presidente. No último sábado (4), o presidente almoçou com o embaixador americano no Brasil, Todd Chapman, em Brasília. Ele foi acompanhado por diversos ministros e todos posaram para fotos sem máscara.

O embaixador também fará exames para detectar se está infectado pelo novo coronavírus, informou na noite de ontem a Embaixada Americana.