16 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Brasil

Estudo classifica as melhores e piores máscaras contra a Covid-19

A mais eficaz é a N95, usada por profissionais de saúde

Um novo estudo analisou 14 tipos de máscara comumente disponíveis para avaliar sua eficácia na proteção contra o coronavírus. Os resultados mostraram que a mais eficaz é a N95, usada por profissionais de saúde. Máscaras cirúrgicas de três camadas e as de algodão também tiveram um bom desempenho.

Pesquisadores da Universidade Duke, nos Estados Unidos, fizeram um simples experimento para avaliar o nível de proteção das máscaras. Eles equiparam uma caixa preta com um laser e uma câmera de celular e fizeram com que uma pessoa falasse na direção do feixe de laser dentro da caixa a seguinte frase “mantenham-se saudáveis, pessoal”, cinco vezes.

O teste foi feito sem máscara, para servir como controle, e repetido com os 14 tipos de máscara analisados. Algumas foram testadas por quatro pessoas diferentes. A câmera registrou a quantidade de gotas respiratórias emitidas pela fala e um algoritmo determinou quantas gotas vazaram pela máscara.

Confira quais se saíram melhores:

A ordem é da que protege mais, para a que protege menos:

  1. N95
  2. Máscara cirúrgica descartável
  3. Máscara de polipropileno e algodão (o material sintético polipropileno é colocado entre duas camadas de algodão)
  4. Máscara de polipropileno de amarrar (duas camadas de material sintético)
  5. Máscara de algodão de amarrar*
  6. Máscara de amarrar feita com duas camadas de algodão*
  7. N95 com válvula
  8. Máscara de algodão costurada a mão*
  9. Máscara de algodão plissado da empresa americana Hudson’s Hill, sediada na Carolina do Norte, de camada única*
  10. Máscara de algodão plissado de camada única*
  11. Máscara de algodão plissado de camada dupla*
  12. Máscara feita com tecido de camiseta
  13. Bandana dobrada usada como máscara
  14. Gola de pescoço usada como máscara

De acordo com o estudo, todas as máscaras de algodão tiveram desempenho semelhante. A diferença está associada ao quão alto a pessoa fala e ao ajuste da máscara no rosto.

Claro, nada disso vai adiantar se você não usar as máscaras da maneira certa:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.