29 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Economia

EUA e China lideram ofensiva internacional inédita para derrubar preços do petróleo

Diante dos rumores desta operação coordenada, os preços chegaram a cair cerca de 10% nos últimos dias

Em uma aliança inédita, os Estados Unidos e outros países, entre eles a China, farão uso de suas reservas estratégicas de petróleo para tentar provocar uma queda nos preços desta commodity – anunciou a Casa Branca nesta terça-feira (23).

O presidente Joe Biden informou hoje que ordenou a liberação de 50 milhões de barris de petróleo das reservas estratégicas dos Estados Unidos. Trata-se de quase 60% do que o mundo consome em um único dia.

“Esta decisão será tomada em paralelo com outras nações que têm um consumo importante de energia, como China, Índia, Japão, República da Coreia e Reino Unido”. Casa Branca.

Diante dos rumores desta operação coordenada, os preços chegaram a cair cerca de 10% nos últimos dias. Na manhã desta terça-feira, porém, o mercado quase não reagiu. Às 10h, a cotação do petróleo WTI, dos Estados Unidos, chegou a registrar queda de 0,39%.

Por volta das 15h30, porém, subia mais de 1,99%. Nos três meses anteriores, entre 19 de agosto e 22 de novembro, o WTI havia aumentado 20,5%. O petróleo tipo Brent também subia no mesmo horário (3,4%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.