23 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Ex-militar que ameaçou matar ministro do STF e família está preso

Bolsonarista Cássio Rodrigues Costa Souza está preso preventivamente na PF de Belo Horizonte

No postagem no Twitter, o bolsonarista Cássio disse que os militares iriam eliminar o ministro

O ex-policial militar Cássio Rodrigues Costa Souza que ameaçou matar o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes e toda a família dele, foi preso nesta segunda-feira, 6.

 Os agentes da Polícia Federal cumpriram o mandado de prisão preventiva expedido pelo  Moraes.

A prisão ocorreu em Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Minas Gerais, distante cerca de 100 quilômetros de Belo Horizonte. Cássio Rodrigues Costa Souza estava em casa quando os policiais federais cumpriram a decisão judicial.

“Terça-feira (7 de setembro), vamos te matar e matar toda a sua família, seu vagabundo”, escreveu o ex-PM no Twitter. Além de ameaçar Moraes, o ex-militar também o chamou de “careca FDP” e “advogado de merda”.

PF confirma prisão

A reportagem procurou a PF em Minas Gerais, e a assessoria de imprensa do órgão de segurança pública confirmou a detenção de Cássio.

Após o post viralizar, a conta foi excluída, mas a mensagem foi repostada diversas vezes em outros canais. Assim, a identidade do policial que se escondia atrás de uma foto do atacante Hulk, do Atlético e da Seleção Brasileira, acabou exposta.