25 de novembro de 2020Informação, independência e credibilidade
Maceió

Exército prossegue com simulações para situações de calamidade no Pinheiro

Foram utilizando entulhos de prédios demolidos na região em decorrência da instabilidade de solo

Estabelecer pronta resposta em situações de calamidade pública. Este é o foco da Operação Alagoas, que está sendo realizada em Maceió pelo Exército Brasileiro, por meio do Comando Militar do Nordeste.

Nesta quarta-feira (12), o Exercício da Força de Apoio à Defesa Civil foi um simulado de desabamento parcial de edificação, com resgate de vítimas e reuniu diversos órgãos municipais, estaduais e federal.

A Prefeitura de Maceió apoia a iniciativa dando suporte para os treinamentos com profissionais da Defesa Civil de Maceió e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT).

O treinamento realizado durante a tarde desta quarta-feira reuniu equipes do Exército Brasileiro; das Defesas Civis Nacional, Estadual e Municipal; Corpo de Bombeiros; Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); Polícia Militar; SMTT; Cruz Vermelha e outros núcleos para um atendimento simulado de desabamento de edificação com vítimas.

Na estrutura montada no bairro do Pinheiro, foram utilizando entulhos de prédios demolidos na região em decorrência da instabilidade de solo.

“O Sistema Nacional de Defesa Civil é constituído por órgãos e entidades da administração pública federal, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios e deve está sempre se comunicando, treinando e conhecendo a capacidade de cada um dos órgãos. Hoje foi realizado um exercício do Exército em apoio as Defesas Civis. Alagoas foi contemplado por conta do registro de desastres naturais, como deslizamentos de terra, enchentes e também o caso do Pinheiro”. Dinário Lemos, coordenador-geral da Defesa Civil de Maceió.

O gestor destacou ainda que o papel da Defesa Civil neste tipo de desastre é de apoio nas ações, auxiliando as agências no atendimento.

“A Defesa Civil não faz resgate, atua no apoio às famílias, às vítimas e depois na avaliação dos possíveis prédios vizinhos que venham a colapsar para fazer a evacuação da área”. Dinário Lemos.

O comandante da 10ª Brigada da Infantaria Motorizado, general Alexandre Cantanhede, explicou que o Exército tem como missão institucional o apoio à Defesa Civil. “

Nós temos que estar preparados para este tipo de ação. Então, o Comando Militar do Nordeste teve essa iniciativa e contamos com o apoio e a colaboração de todos os órgãos que aqui estão envolvidos, especialmente a Defesa Civil”. General Alexandre Cantanhede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.