30 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Expresso

Exonerado após portaria polêmica da PC, Fábio Costa será candidato a vereador pelo MDB

Ex-chefe do Ministério Público Estadual, Alfredo Gaspar, o convenceu a ir ao mesmo partido de Renan Filho

Desde que foi exonerado do cargo de coordenador da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), o delegado Fábio Costa recebeu convites de vários políticos para ser candidato a vereador por Maceió. E curiosamente, ele se filiou ao MDB, mesmo partido do governador Renan Filho, responsável por sua exoneração.

Sua escolha foi motivada pelo ex-chefe do Ministério Público Estadual, Alfredo Gaspar, apoiado pelo governador de Alagoas e também pelo prefeito de Maceió, Rui Palmeira, que não pertence mais ao PSDB. Com isso, Rodrigo Cunha (PSDB) e JHC (PSB) ficaram sem um nome forte para disputa do legislativo.

Ativo e midiático nas redes sociais, Fábio Costa e o também delegado Thiago Costa foram exonerados após contestar uma portaria da Polícia Civil, que expressa claramente que o servidor fica proibido de “criar ou fazer uso de sites, páginas em redes sociais e aplicativos de mensagens para divulgação de matérias de trabalho ou para realização de denúncias das unidades policiais”.