1 de dezembro de 2023Informação, independência e credibilidade

Expresso

Extra: Filha de Desembargador é nomeada para Corregedoria do TJ

Extra: Filha de Desembargador é nomeada para Corregedoria do TJ

Expresso
O poder judiciário alagoano se mantém ao longo de sua história, tal como o poder da elite política, como uma grande capitania hereditária. Qualquer pesquisa feita por lá por meio de sobrenomes vai se perceber que tudo se constitui em uma grande família. O Jornal Extra Alagoas, edição atual, traz matéria sobre a nomeação para um importante cargo na Corregedoria de Justiça da filha de um desembargador. Segundo o jornal, Anna Carla de Souza Reis Malta Marques, filha do desembargador José Carlos Malta Marques é a beneficiada em uma função estratégica.. Ainda segundo o Extra, o fato chegou ao conhecimento do CNJ. Como tantos outros que lá estão pela mesma razão e sem qualquer ação.
Recinto de olavistas, MEC faz postagens com horóscopos; E depois deleta

Recinto de olavistas, MEC faz postagens com horóscopos; E depois deleta

Expresso
O MEC (Ministério da Educação) publicou nas redes sociais na noite deste domingo (14) uma série de posts intitulados “Horóscopo do estudo”. As mensagens trazem um perfil de como seria o estudante de acordo com as características de cada signo. A ação não despercebida pelos internautas, que comentaram com piadas diante do conteúdo das postagens. E, óbvio, outras viram elo com Olavo de Carvalho, o guru de Bolsonaro, filósofo que não terminou o ensino fundamental e é conhecido por ser astrólogo. O atual ministro Abraham Weintraub, é também mais um discípulo olavista.
Os votos dos deputados alagoanos na reforma da Previdência

Os votos dos deputados alagoanos na reforma da Previdência

Expresso, Política
A Câmara concluiu às 0h43 desta madrugada a fase de debates da reforma da Previdência e a reforma já vai para votação nesta quarta-feira. E são nove os deputados federais por Alagoas que devem participar da sessão. E a maioria deve votar pela sua aprovação. Favoráveis são JHC (PSB), Isnaldo Bulhões Júnior (MDB), Nivaldo Albuquerque (PTB), Sérgio Toledo (PL) e Severino Pessôa (PRB). O deputado Arthur Lira (PP) também deve votar sim. Não há certa ainda dos votos de Marx Beltrão (PSD) e Tereza Nelma (PSDB). O único voto contrário de certeza é o de Paulão (PT).
Ministros serão exonerados para votar reforma da Previdência

Ministros serão exonerados para votar reforma da Previdência

Expresso
O presidente Jair Bolsonaro vai exonerar ministros que detêm mandatos na Câmara dos Deputados para que possam votar a reforma da Previdência, que deve ir a plenário, em primeiro turno, ainda nesta semana. A informação foi confirmada na segunda (8) pelo Palácio do Planalto. Atualmente, quatro ministros do governo são deputados federais: o chefe da Casa Civil, Onyx Lorezoni (DEM-RS); a titular da Agricultura, Tereza Cristina (DEM-MS); o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG) e o titular da pasta da Cidadania, Osmar Terra (MDB-RS).
Senador Kajuru desistiu de renunciar ao mandato

Senador Kajuru desistiu de renunciar ao mandato

Expresso
Embora adore aparecer feito Pavão, o senador Jorge Kajuru, de Goiás, já deixou claro que doido ele não é. Depois de mandar "que se fodam", eleitores seus, ele ameaçou renunciar ao mandato. Deu "pitti" nas redes sociais, mas depois fez beicinho e desistiu da renúncia. Imagine só se ele iria perder a boquinha de 8 anos no parlamento com todas as vantagens que o Senado oferece. Não... doido ele não é. Por isso, voltou ao joguinho de palavras nas redes e declarou: “Ouvi meu pai Datena!!! Acrescento senadores Major Olímpio, Plínio Valério e deputados como Elias Vaz!! Aristóteles ensinou: o sábio reflete!! Deus dá  o peso somente para aquele que consegue carregar …”, postou em seu Twitter, ao compartilhar postagem do site Jornal Opção. “Não vou renunciar. Porque, se o fizesse,
Paulão: reforma privilegia os ricos e ataca aposentadoria dos pobres do País

Paulão: reforma privilegia os ricos e ataca aposentadoria dos pobres do País

Expresso
O projeto da reforma aprovado na Comissão Especial privilegia os ricos e ataca os pobres, segundo disse nesta quinta-feira, 04, o deputado federal Paulão (PT), ao apontar prejuízos para os mais pobres. Segundo ele, a reforma impõe uma aposentadoria aos 60 anos para homens e mulheres da zona rural e ao mesmo tempo isenta do pagamento do INSS as operações do agronegócios. "Ou seja, prejudica o agricultor familiar e privilegia os grandes fazendeiros", disse o deputado depois que a bancada ruralista derrubou o desconto do INSS no relatório aprovado ontem. Ele destacou ainda que o governo fez questão de privilegiar as Forças Armadas no projeto votado e, no entanto, retirou as garantias de que policiais militares e bombeiros tivessem o mesmo privilégio. Para Paulão, o que se quer, n
Deputado quer rodovias alagoanas utilizando energia solar e eólica

Deputado quer rodovias alagoanas utilizando energia solar e eólica

Expresso
Quando o meio ambiente é levado a sério a qualidade de vida das pessoas tende a melhorar consideravelmente. Daí, vale a pena aplaudir e apoiar o projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa, que trata da obrigatoriedade nas rodovias estaduais, de se utilizar iluminação advinda de energia solar e eólica. O projeto é de autoria do deputado estadual Silvio Camelo, do Partido Verde. Eis uma atitude que chega em boa hora, considerando que a  geração de energia elétrica é o principal fator de emissão de gases do efeito estufa no mundo. Embora, o governo Bolsonaro diga que o efeito estufa não existe. No Brasil, a energia elétrica corresponde a 25% do total global. A questão ambiental precisa de atenção especial. Neste caso, em Alagoas, o deputado Silvio Camelo está fazendo be
Ministro Fachin que acelerar julgamento de “quadrilhão do PP”

Ministro Fachin que acelerar julgamento de “quadrilhão do PP”

Expresso
O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, está disposto a arranjar uma boa encrenca para a alta cúpula do Partido Progressista (PP) no cenário da justiça brasileira. Ele decidiu que é preciso acelerar os processos contra o que chama de "quadrilhão do PP" dentro da Operação Lava Jato. Como relator da Operação, Fachin  votou na terça-feira, 4, para tornar réus pelo crime de organização criminosa o líder da maioria na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), os deputados Arthur Lira (PP-AL) e Eduardo da Fonte (PP-PE), além do senador Ciro Nogueira (PP-PI). Um pedido de vista adiou o julgamento no pleno. Mas o ministro já deixou a entender que da próxima sessão essa história não passa. A expectativa é grande dentro do Congresso Nacional.
Eduardo Canuto busca zona de conforto no primeiro hound

Eduardo Canuto busca zona de conforto no primeiro hound

Expresso
Vereador e secretário do governo Rui Palmeira (PSDB), Eduardo Canuto se balança para ganhar mais musculatura eleitoral visando 2020. É visto pelo próprio Rui como um bom nome para ser candidato a Prefeito. Só que a sucessão municipal na capital não será nada fácil. Terá muito peso pesado na corrida pelo voto. O ranking de Canuto neste ringue ainda não lhe permite ganhar a dianteira por mais ganchos que dispare na direção dos adversários. A rigor, o pré candidato tucano busca mesmo uma zona de conforto que possa lhe acomodar no papel de vice de uma chapa forte. Quem quiser pagar para ver que aguarde os próximos hounds.
E JHC apareceu na AMA e tentou deixar entidade em saia justa

E JHC apareceu na AMA e tentou deixar entidade em saia justa

Expresso
E o deputado federal JHC (PSB), que andava desaparecido, enfim apareceu. E causou o maior frisson em uma reunião da Associação dos Municípios Alagoanos, a AMA, na segunda-feira, 27. A entidade decidiu reunir a bancada federal com os prefeitos e vereadores alagoanos para tratar temas como a reforma da previdência e a MP que garante a prorrogação de mandatos. Eis que JHC chega à reunião com um trio elétrico e professores vestidos em camisetas com bandeiras sobre os precatórios do Fundeb. A iniciativa foi vista como uma pressão indevida e uma tentativa de colocar a entidade de saia justa. A direção da AMA não gostou por que o tema não estava agendado. Depois de uma série de negociações com os demais representantes da bancada, o presidente da AMA, Hugo Wanderley, combinou com o pe