26 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Eleições 2020

Gaspar debate com taxistas a revitalização da atividade profissional

Taxistas querem aplicativo gerenciado pela Prefeitura

Alfredo Gaspar em reunião com os taxistas

Manter um diálogo aberto com os taxistas de Maceió foi a promessa do pré-candidato a prefeito Alfredo Gaspar (MDB), durante encontro com as lideranças da da Associação dos Profissionais do Táxi de Maceió (ASPROTAM), nesta terça-feira, 4.

Os dirigentes classistas apresentaram suas demandas na expectativa de que elas possam integrar o plano de governo do pré-candidato a prefeito da capital, principalmente no que diz respeito à luta contra o desmonte da atividade dos taxistas.

“Nós lutamos contra o projeto de desmonte do táxi, a favor da regulamentação de todos que trabalham no setor, como é o caso dos aplicativos”, disse Everaldo Jr, presidente da Associação.

“Os desafios que envolvem a mobilidade numa cidade com mais de 1 milhão de habitantes são imensos, isso sem falar na região metropolitana. Nesses encontros que tenho feito, vejo vários pais de família que tiram seu sustento do transporte de passageiros e que defendem o equilíbrio, baseadas nas suas necessidades”, disse Alfredo Gaspar.

A ideia dos taxistas é firmar uma parceria coma Prefeitura para que ela mesma gerencie um novo aplicativo que os ajude a revitalizar a atividade. “Nós apresentamos ao pré-candidato um aplicativo de táxi gerenciado pela prefeitura, a exemplo do acontece no Rio de Janeiro. Um aplicativo nesse modal vai dar mais credibilidade ao serviço do táxi a ajudará ainda mais na mobilidade urbana, podendo ser usado inclusive como meio de locomoção das secretarias municipais, que passariam a contar com essa ferramenta”, destacou  Everaldo Jr.

As lideranças da ASPROTAM também apresentaram o projeto Táxi Cidadão. “É fato que boa parte da população sofre o transporte coletivo, da mesma forma que também é fato que o táxi lotação. Essa é uma realidade que Executivo precisa enfrentar, por isso a associação defende a regulamentação desse serviço, pois dessa forma é mais fácil ordenar e fiscalizar”, finaliza o presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.