25 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Governador autoriza obras do Hospital da Criança em Maceió nesta sexta

Cerimônia acontece às 9h no terreno situado ao lado da UPA do Jacintinho, onde a nova unidade de mais de R$ 15 milhões será construída

Hospital da Criança vai assegurar assistência integral pediátrica à primeira infância. Foto: Carla Cleto

Após implantar a Casa do Coraçãozinho em 2015, evitando que as crianças com problemas cardíacos tenham que buscar atendimento em outros estados, o Governo de Alagoas irá construir o Hospital da Criança, em Maceió, mais um passo para assegurar assistência integral à primeira infância.

Nesta sexta-feira (18), às 9h, o governador Renan Filho e o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, assinarão a ordem de serviço para a construção no terreno situado ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jacintinho, no Ladeirão do Óleo, local em que a unidade hospitalar será erguida.

O novo equipamento de saúde, orçado em mais de R$ 15 milhões (R$ 15.250.000,00), terá uma área construída de 4.261,29 m² e vai atender as todas as especificações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Além de contar com uma estrutura predial moderna, a nova unidade terá paisagismo e climatização que assegurem um ambiente aconchegante e humanizado para assistir as crianças alagoanas, conforme o Memorial Descritivo elaborado pela Assessoria Técnica de Serviços de Engenharia e Arquitetura da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

De acordo com o projeto arquitetônico, o Hospital da Criança vai contar com dois pavimentos. O térreo terá 12 áreas, divididas entre a Urgência e Emergência, Ambulatório, Laboratório, Agência Transfusional e o Serviço de Nutrição e Dietética (SND).

Também estarão presentes nesse pavimento o Lactário, Serviço de Raios X e Ultrassonografia, Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (SAVVS), além dos setores administrativo, repouso e vestiário para servidores, auditório e necrotério.

Já no pavimento superior do Hospital da Criança ficarão dois quartos para isolamento e as enfermarias para internação, totalizando 52 leitos.

Do total, 20 leitos serão destinados para menores de 1 ano, 16 leitos para crianças entre 1 a 4 anos, oito leitos para pacientes na faixa etária de 5 aos 9 anos e mais oito leitos destinados a usuários com idades entre 10 e 14 anos.

Perfil Assistencial

O Hospital da Criança irá contar com atendimento eletivo, realizado por meio de agendamento, através da Central de Regulação. A nova unidade hospitalar também vai contar com atendimento de urgência e emergência e, dessa forma, irá contribuir para desafogar a Unidade Pediátrica do Hospital Geral do Estado (HGE), que, por ser porta aberta, atende crianças de todas as regiões de saúde.

Para se ter ideia, de janeiro até a primeira quinzena de dezembro deste ano, 8.515 crianças que apresentaram casos clínicos foram assistidas no HGE, segundo o Núcleo de Estatística do maior hospital público de Alagoas.

Já no ano passado, a mesma unidade atendeu 18.733 crianças em razão de casos clínicos, comprovando que há uma lacuna a ser sanada pelo Hospital da Criança, conforme explica o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres.

“Quando estiver em funcionamento, o Hospital da Criança irá preencher um vazio assistencial no que se refere à assistência pediátrica no estado. Por não dispormos de uma unidade hospitalar especializada no atendimento pediátrico, todas as crianças acabam migrando para o HGE, contribuindo para a sua superlotação. Por esta razão, a construção desta nova unidade vai reduzir o fluxo de pacientes no maior hospital público do estado e assegurar que as crianças tenham um hospital exclusivo, especializado na assistência pediátrica”. Alexandre Ayres.